Pressupostos e premissas

Ao pretender produzir e disseminar temas relacionados às matérias inerentes ao conhecimento de determinado ofício – é pressuposto básico conhecer o seu conteúdo, assim como se estruturar com vistas a ter a experiência na prática. Nesta direção se faz oportuno desenvolver o conteúdo, segundo critérios que considere o ordenamento lógico do desenvolvimento e encadeamento da temática. 

O ponto de partida deve considerar o ordenamento racional do desenvolvimento da matéria. Resolvida esta questão, o passo seguinte compreende a definição das fontes de pesquisas - inclusive documental inerente ao desenvolvimento do conteúdo, com a juntada da respectiva documentação, se houver.

Na sequência, juntar as peças que constituem as fontes de pesquisas enquanto o passo seguinte se refere à seleção e organização do material coletado por assuntos, a serem inseridos no texto - observando a respectiva cronologia dos fatos, inclusive das peças documentais, se a opção metodológica considerar esta alternativa.

Concluída a exploração documental do acervo selecionado, assim como das peças que devem instruir o conteúdo, a opção apropriada se refere ao cumprimento das etapas seguintes, conforme inseridas no cronograma de execução do projeto, até a sua conclusão - com destaque para o arquivo do acervo distribuído por assunto. 

No segmento das demais etapas, o ordenamento deve considerar o que está previsto no respectivo cronograma de execução, propriamente dito, no planejamento considerado, assim como os ajustes que se revelarem pertinentes no sentido do alcance dos objetivos finalísticos. Só assim os pressupostos, enquanto premissas poderão ser confirmadas na prática do processo. Cada caso é um único e como tal exigir-se-á o alcance de tentativas e acertos, customizados, segundo cada caso.

Cláudio Montenegro

Administrador


Categorias Relacionadas