Novela Gol, Delta e Latam: como fica o hub de Fortaleza?

A Gol Linhas Aéreas parece andar cabisbaixa após o anúncio do fim da parceria com a companhia norte-americana Delta Airlines, que na semana passada disse que vai adquirir 20% da Latam Airlines. Entretanto este momento pode ser bom para a brasileira repensar estratégias e reforçar alianças. O que provavelmente já esteja ocorrendo no alto comando da aérea em São Paulo.

Estratégias essas que devem impactar o centro de conexões em Fortaleza, cuja expansão caminha a passos cautelosos diante da paralisação das aeronaves Boeing 737 Max, impedindo a empresa de aumentar a malha aérea na Capital.

A Gol também vai precisar mostrar robustez ao mercado - algo que ela já faz muito bem quando desenhou parcerias bem elaboradas e construiu um plano de modernização da frota- e medidas para acalmar os ânimos dos investidores que estão ansiosos para verem a empresa alçando voos maiores.

A Gol nega que o fim da parceria tenha um impacto muito grande nas receitas da companhia.

Mas não são as receitas mais importantes do ponto de vista do consumidor. Delta e Gol desfrutavam de uma certa credibilidade juntas e possibilitavam o casamento feliz de rotas e acúmulo de pontos aos clientes.

Há de se pensar em um novo casamento. Mas com quem? Ainda não sabemos, mas o mercado torce para que seja com a rival da Delta, a American Airlines - que tinha uma parceria firme com a Latam.

Com os lados trocados - Delta com Latam, e American com Gol -, o futuro para Fortaleza parece bom.

Há um reforço muito interessante da malha da Latam na Capital. A empresa pode usar Fortaleza como hub internacional, assim como já faz a Gol com a Air France-KLM, e criar rotas para América do Sul e Europa, deixando para a Delta a alimentação do mercado norte-americano.

Já a Gol vai segurar com unhas e dentes a parceria de sucesso com a Air France-KLM. O grupo franco-holandês já disse que fica com a Gol, mas não sabemos ainda até quando.

De toda forma, é um sinal bastante positivo para Fortaleza, que continua crescendo na praça europeia e que pode ter com a Gol a volta do Max e finalmente a tão sonhada expansão do hub cearense.