Tudo tem limite

Quando retomar os trabalhos de plenário, em fevereiro próximo, a Assembleia Legislativa tem para discutir projeto que torna mais nítidos os limites entre os municípios de Morada Nova e Russas, no Baixo Jaguaribe. O assunto, aliás, cabe direitinho na pauta das eleições municipais. É que parlamentares avaliam que, definindo-se as pendências territoriais a que a matéria se refere, será possível corrigir situações que envolvem outros locais. É evidente isso reflete no cotidiano da comunidades, incluindo aspectos econômicos e de acesso a serviços públicos. E deve-se notar que os debates, ainda que na forma de emendas ao texto original, já começaram. O fato é que, permanecendo as dúvidas, há prejuízos para todos os lados.

Poliglota
Cumbuco, Meca de kitesurfistas e correlatos, ganhou novas instalações para a Unidade de Atenção Primária à Saúde (Uaps). O serviço não atende só a comunidade nativa, mas também turistas e esportistas nacionais e estrangeiros.

"Imprecionante"
O ministro da Educação, Abraham Weintraub, vai insistir em aprovar no Congresso proposta sobre a contribuição da União para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação. Em tempo: o título acima reproduz a forma como o ministro escreveu a palavra numa rede social da Internet, pelo que desde já a Coluna pede desculpas.

"Paralização"
O Fundeb é a principal fonte de recursos para o ensino em prefeituras do País todo. Qualquer menção a mexer no sistema faz congelarem prefeitos, professores, alunos e famílias. A mesma observação final da nota anterior serve para o "paralização" de título desta. Foi mal de novo.

Nomes
A Comissão de Educação na Câmara federal inclui os deputados cearenses A.J. Albuquerque e Idilvan Alencar (PDT), como titulares. Os suplentes do Estado são Jaziel Pereira (PL), Heitor Freire (PSL), Leônidas Cristino (PDT) e José Guimarães (PT).

Que coisa!
Saiu da criatividade do vereador Raimundo Filho (PRTB) projeto que define meia entrada em eventos culturais a trabalhadores no Dia do Trabalhador, 1º de maio. O texto determina que o beneficiário deverá apresentar carteira de trabalho para comprar bilhete. Esqueceu que desempregado - e há muitos! - também é trabalhador, né?

PÍLULAS

Comentários, críticas e sugestões para Comunicado podem ser encaminhados para os e-mails comunicado@svm.com.br e roberto.maciel@svm.com.br. O Whats App é (85) 99638 5129 (só para mensagens de texto). O telefone é (85) 3266 2685.

O Tribunal de Justiça do Estado retoma as atividades de rotina com um foco: não aumentar despesas. O TJCE diz que no ano passado conseguiu economizar R$ 2 milhões só em serviços e insumos de informática.