Novela 'Amor de Mãe' traz abordagem diferente e dá nova cara ao horário nobre na TV

Folhetim tem autoria de Manuela Dias e teve estreia na última segunda-feira (25)

Regina Casé
Lurdes (Regina Casé) e Thelma (Adriana Esteves) firmaram amizade no começo da trama e formam uns dos melhores pares da história Foto: Globo/Estevam Avellar

Nova aposta da Rede Globo para o nobre horário das 21h, a novela 'Amor de Mãe' surgiu em meio às altas expectativas. Antes mesmo que completasse uma semana no ar, marca alcançada nesta segunda-feira (2), discussões sobre o estilo de escrita de Manuela Dias, autora do folhetim, sobre os novos estúdios onde ele está sendo gravado e a forma de direção de José Luiz Villamarim já tomavam grupos e postagens na internet.

O balanço, até então, é positivo. Com uma história na qual Regina Casé, Taís Araújo e Adriana Esteves são destaque, e entregam em altíssima qualidade, o principal trunfo tem sido a forma de condução de uma história densa, que impressiona pelos detalhes do real. Em 'Amor de Mãe', além do foco nos enlaces maternos e as dificuldades que os envolvem, a estética mais requintada, não tão comum em diversas telenovelas, salta aos olhos do telespectador.

Planos-sequência bem trabalhados, saídas de roteiro nada óbvias – como é o caso da história de Magno, interpretado por Juliano Cazarré – e diálogos bem construídos têm sido o diferencial da trama.

No entanto, a preocupação talvez esteja justamente na profundidade das "vidas" retratadas em cena. Até agora, Manuela tem apostado na dramaticidade dos enredos de cada personagem, o que tira um pouco da cor e vivacidade, características vistas em núcleos mais cômicos das novelas nessa faixa de horário, por exemplo. Para mim, não é um ponto negativo. A abordagem diferente traz fôlego para o gênero, que há muito tempo vinha sendo marcado por fórmulas preguiçosas e sem criatividade.

Ainda é cedo para afirmar se os índices de audiência devem se manter, mas o caminho é promissor. Desde já, não custa ressaltar, Lurdes, interpretada por Casé, é uma das melhores construções de personagem dos últimos tempos. Vale acompanhar.