PDT faz gesto ao PT na Capital

Cid Gomes
Foto: Natinho Rodrigues

Antes que chegue à fase de definição do seu candidato nas próximas eleições, as lideranças do PDT vão tendo que lidar com as perguntas a respeito do assunto. Nesta quinta-feira (13), o senador licenciado Cid Gomes, que está tratando da organização do partido para o embate eleitoral, voltou a defender a formação de uma aliança ampla com os partidos aliados. A fala de Cid, entretanto, não foi trivial.

Ele sugeriu que, entre os aliados prioritários do PDT esteja o PT, com quem o partido está rompido na Capital desde a eleição do prefeito Roberto Cláudio.

Cid, cujas divergências com os petistas se acentuaram em 2018, com o episódio em que proferiu a frase "o Lula está preso, babaca", fez, ontem, o principal gesto desde então, para uma reaproximação com o partido em Fortaleza. Em muitos municípios do interior, Sobral inclusive, os dois partidos são aliados.

Especulações

A declaração de Cid Gomes foi inclusive de que o PDT precisa buscar um candidato que possa alinhar os próprios interesses e o dos aliados, inclusive o PT, "no devido momento". Cid esteve na Assembleia, nesta quinta, para as comemorações do aniversário do presidente da Casa, José Sarto, um dos pré-candidatos do partido. Imediatamente após o ato, que reuniu também o prefeito Roberto Cláudio, as especulações começaram em busca de interpretar as falas das lideranças. O PDT não decidirá agora o seu candidato e não tem, de fato, um nome definido, mas as sinalização de uma importante liderança, com poder de decisão na formação da chapa, pode conduzir as negociações para um outro patamar. A conferir.

Categoria prestigiada

Se tem uma categoria de servidores públicos que não pode reclamar do Governo Camilo Santana é a de policiais militares. Desde que assumiu o Governo, Camilo já promoveu mudanças estruturais na tropa tanto do ponto de vista de equipamentos e tecnologia como melhorias salariais e promoções, em valores acima da média. Ontem, categoria e governo chegaram a um acordo e os policiais conseguiram mais melhorias no projeto de reestruturação das carreiras policiais.

O salário base dos soldados passará de R$ 3,2 mil agora para R$ 4,5 mil em 2022, com reajuste em três parcelas e incorporação de gratificações. Outras categorias já batem à porta do Governo.

Disputa paroquial

Veio dos Inhamuns o primeiro ato de campanha eleitoral utilizando a Tribuna da Assembleia Legislativa. A disputa pela Prefeitura de Tauá ficou evidente na discussão sobre a ida ou não de cursos da Universidade Federal do Ceará ao município, anunciada pelo deputado federal Domingos Neto - possibilidade negada pela Universidade, diga-se de passagem. O episódio mostra como a Mesa Diretora da Casa terá trabalho para que o púlpito maior da cidadania cearense fique livre das disputas paroquiais.

Clima quente

Passado o episódio em que o ex-secretário de Segurança Cidadã da Prefeitura invadiu o plenário da Câmara Municipal, vereadores continuam comentando o assunto. Alguns disseram que, no dia, temeram ocorrer uma tragédia na Casa.