Estudo mostra importância de sair na frente do placar; veja ranking com Ceará e Fortaleza

Palmeiras é a equipe de melhor aproveitamento nos jogos que saiu na frente

Clássico-Rei
Ceará e Fortaleza são os representantes cearenses na elite do futebol Foto: Thiago Gadelha / SVM

Um ditado no futebol muito conhecido dá conta que a "partida só termina quando o juiz apita". Uma máxima correta, que mostra o quanto os jogos podem ter reviravoltas no fim. São partidas que ficam marcadas e fazem o dito popular prosperar. Mas na prática, na realidade, não é bem isso que acontece. Na maioria das vezes, o time que sai na frente acaba sendo o vencedor. E isso foi comprovado em ranking montado pelo grupo de estudo Observatório do Futebol (Football Observatory em inglês) do CIES (International Center for Sports Studies), sediado na Suíça.

Eles montaram rankings por liga nacional comparando as porcentagens de vitórias das equipes em jogos em que elas saem na frente do placar. Os resultados foram coletados entre 2015 e 2019, contabilizando apenas confrontos de campeonatos nacionais. Em termos mundiais, o Estrela Vermelha, da Sérvia, foi o líder. Ele venceu 130 dos 135 jogos em que começou na frente. Entre as principais ligas, o Paris St-Germain (89,9%, 124 vitórias em 138), Barcelona (88,5%, 116 em 131) e Manchester City (87,1%, 115 em 132) se destacaram. 

E como ficou o cenário brasileiro?

No território nacional, o Palmeiras é o time que menos é surpreendido quando sai na frente do placar. O Verdão venceu 92 partidas das 112 que saiu na frente (82%), mostrando poderio defensivo e ofensivo para segurar as vantagens.

Dentre os cearenses, o Fortaleza aparece com destaque. O Leão venceu 52 das 70 partidas (74,3%) em que começou na frente. É importante ressaltar que a contagem considera três temporadas em que o clube esteve na Série C do Brasileiro (2015, 2016 e 2017), uma na Série B (2018) e uma na Série A (2019). 

O Ceará venceu 57 das 84 partidas em que saiu na frente (67,9%). Tendo em vista que enfrentou mais adversários de peso no intervalo (três anos de Série B e dois de Série A), os resultados do alvinegro também são positivos.

Rankin

Interpretação

Ao colunista, em primeiro momento, pode surgir aquele pensamento: "precisou de um estudo para observar isso?". O simples, muitas vezes, revela cenários complexos. Os números corroboram com a defesa do futebol praticado com ofensividade desde o início do jogo, que busca o gol e, mais que tudo, tem padrão. Quem consegue propor as ações fica mais próximo de abrir o marcador e fica mais próximo das vitórias. São condutas relevantes tendo em vista campeonatos de pontos corridos.