Maia Júnior: quem não inovar irá à falência

Secretário de Desenvolvimento Econômico do Ceará, o engenheiro Maia Júnior tem refletido sobre o futuro da economia brasileira - a cearense no meio - depois que passar esta pandemia virótica. A primeira questão que ele levanta é como um pedrada na testa do empresariado. "Que entidade industrial, comercial ou do serviço já encomendou uma pesquisa - mas uma pesquisa séria, feita por empresa reconhecidamente especializada - sobre que mercado surgirá pós Covid-19"? Com o seu jeito peculiar de persuadir, Maia Júnior põe os olhos na indústria e no comercio, com a ressalva de que "o agronegócio é a área da economia do Ceará que mais investe na inovação, e por isto mesmo progride". E desafia este colunista: "as lojas de material de construção foram reabertas. Vá lá ver quantos clientes saíram de casa para comprar". Ele explica e adverte: "A pandemia mudou o hábito de comprar. Mais do que isso, hierarquizou a compra, e o comerciante ainda não percebeu essa mudança". Na sua opinião, "é a economia do mundo que está mudando na velocidade do Falcon 9", o foguete que, depois de colocar em órbita a SpaceX, ambos inventados pela Tesla, retornou íntegro à base de lançamento. "Estamos todos - inclusive o Governo - desafiados a inovar, e este é o apelo que faço aos empresários cearenses. Eles devem usar a força, o prestígio e o poder que têm para mudar na indústria, no comércio e no serviço o que deve ser mudado. Quem não inovar irá à falência no Novo Mundo", sentencia Maia Júnior.

Tecnologia

Roberto Nogueira, dono da Brisanet, anunciou, ontem, em "live" com empresários da indústria e da agropecuária: as grandes operadoras de telefonia não se interessam pelas pequenas cidades do Nordeste e muito menos pela zona rural dos 1.795 municípios da região. "A Brisanet se interessa. Até 2022, os estabelecimentos rurais nordestinos enlaçados pela fibra ótica da Brisanet terão tecnologia 5G", prometeu ele.

Reabertura

Marcos Novaes, sócio e CEO da Novaes Engenharia, resumiu assim a reabertura, ontem, dos seus canteiros de obras: "Foi tranquilo. Seguimos os protocolos da CBIC e do Sinduscon. Nossos colaboradores voltaram com vontade firme de trabalhar. Mas só dentro de 30 dias ganharemos ritmo. Estamos nos esforçando para fazer jus ao crédito de confiança que deram ao nosso setor o governador Camilo e o Dr. Cabeto".

No primeiro trimestre deste ano de 2020, a rede Magazine Luíza registrou aumento de 72,6% nas suas vendas pelo e-commerce em comparação com igual período do ano passado. Isto equivaleu a 53,3% de todas as vendas. A performance foi embalada pelo resultado da Netshoes, que Luiza Trajano adquiriu em 2019.

Elaborado com o Que sugerem os analistas dos principais bancos do País - o Boletim Focus do Banco Central, emitido ontem, diz que o PIB brasileiro cairá neste exercício 6,25% por causa da pandemia do novo coronavírus. A projeção para a inflação desceu de 1,57% para 1,55%. Haverá alento se a crise política for resolvida.



Categorias Relacionadas