Evangelho de hoje, quinta-feira, 19/05 (Jo 15, 9-11)

"Como meu Pai me amou, assim também eu vos amei", disse Jesus aos seus discípulos.

Legenda: O amor do Pai e do Filho por nós é, portanto, a maior oblação que recebemos nesta vida.
Foto: Divulgação

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: "Como meu Pai me amou, assim também eu vos amei. Permanecei no meu amor. Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor, assim como eu guardei os mandamentos do meu Pai e permaneço no seu amor. Eu eu vos disse isto, para que a minha alegria esteja em vós e a vossa alegria seja plena."  

Reflexão - Os mandamentos do Senhor estão impressos no nosso coração

Enquanto viveu aqui na terra Jesus esteva sempre a revelar ao mundo o amor que existia entre Ele e o Pai, mostrando que a prova deste grande amor era justamente a Sua entrega para a salvação da humanidade. “Como o Pai me amou, assim também eu vos amei.” Percebemos, então, que o Amor do Pai por nós, por meio do Filho, extrapola todo o conceito de amor que apreendemos no mundo. Olhando com as nossas lentes humanas percebemos que nunca seríamos capazes de entregar um filho nosso para salvar a vida de outra pessoa, nem tampouco os nossos filhos aceitariam entregar-se para redimir quem quer que fosse. O amor do Pai e do Filho por nós é, portanto, a maior oblação que recebemos nesta vida.  Precisamos, pois, nos apossar deste Amor de uma maneira radical e abrangente a fim de que possamos assumir e cumprir com a proposta que se segue: “Permanecei no meu Amor.”  Em outras palavras: para que possamos permanecer no amor de Jesus nós precisamos ter consciência de que Ele realmente nos ama com o Amor Eterno que vem do coração do Pai.  Para isso, a única exigência que Jesus nos faz é que “guardemos os Seus mandamentos”. Guardar os mandamentos é vivenciá-los em todos os momentos e ensiná-los àqueles a quem orientamos e amamos, através do nosso testemunho de vida. Por conseguinte, se guardarmos os Seus mandamentos, com certeza, permaneceremos no Seu amor e no Amor do Pai, assim como Ele mesmo o fez. O Espírito Santo que é o amor entre o Pai e o Filho é o nosso motivador! Assim sendo, se nos conservarmos sob o poder do Espírito Santo permaneceremos no amor de Deus, pois conseguiremos cumprir com os Seus mandamentos. Os mandamentos do Senhor estão impressos no nosso coração e são como uma receita para que tenhamos uma vida feliz. O amor do Pai nos traz a alegria e a felicidade verdadeira. Ser feliz é o compromisso que temos com o nosso Criador, pois Ele nos criou para que sejamos felizes. O Senhor quer nos dar uma alegria plena, e esta, nós só a teremos se permanecermos ligados (as) a Jesus pelo poder do Seu Espírito. A alegria do Senhor é a nossa força porque provém da fonte do Amor Eterno do Pai, que é Todo Poderoso. – Você é uma pessoa alegre? – De onde provém a alegria de que você é possuído (a)? – Você já experimentou a alegria do Espírito? – Você vivencia os mandamentos da Lei de Deus? – Em que consiste a Lei de Deus? 

Helena Colares Serpa – Comunidade Católica Missionária UM NOVO CAMINHO