Evangelho de hoje (Lc 19, 41-44)

"Dias virão em que os inimigos farão trincheiras contra ti e te cercarão de todos os lados."

Naquele tempo: Quando Jesus se aproximou de Jerusalém e viu a cidade, começou a chorar. E disse: 'Se tu também compreendesses hoje o que te pode trazer a paz! Agora, porém, isso está escondido aos teus olhos! Dias virão em que os inimigos farão trincheiras contra ti e te cercarão de todos os lados. Eles esmagarão a ti e a teus filhos. E não deixarão em ti pedra sobre pedra. Porque tu não reconheceste o tempo em que foste visitada.'

Reflexão - “O que poderá nos trazer a paz?”

Jesus chorou por causa da rejeição do povo de Jerusalém e já prevendo o que lhe aconteceria desabafou e lamentou com estas palavras: “Se tu também compreendesses hoje o que te pode trazer a paz”!  O desabafo de Jesus pode ser para nós uma fonte de reflexão no hoje da nossa vida. Se nos pusermos a meditar e analisar com sinceridade a maneira como estamos vivendo, quais são as nossas escolhas, as nossas preferências e onde nós estamos colocando o sentido para a nossa vida, também podemos constatar que Jesus chora por nós e lamenta a nossa situação. Dizemos que somos de Deus, mas recusamos o Senhorio de Jesus. A Sua Palavra continua sendo apenas uma história bonita que aconteceu há muito tempo e não é para nós, agora. Estamos fracos e não conseguimos entender por que nos falta a paz.  O medo hoje nos tira do sério, somos ansiosos e temos dúvidas quanto ao nosso amanhã.  Jesus continua a nos acenar, HOJE, e a nos propor dias de paz. Por que esperar para amanhã? É tempo de questionar a nossa vida a fim de que perceber se estamos aproveitando bem o tempo que temos. O tempo é hoje, não devemos ficar à espera de um tempo que virá, porque o tempo da paz é o tempo presente. Não devemos continuar passivamente acomodados na nossa vidinha medíocre quando Deus tem projetos para nós que nos farão produzir frutos em abundância.  Nós nunca fazemos ideia do quanto magoamos o coração de Deus com a nossa recusa, quando nós nos achamos incapazes e sem importância. Somos a Jerusalém de hoje e precisamos assumir as Palavras de Jesus. Reflita com os questionamentos abaixo:

1 O que você ainda espera para poder aderir ao projeto de paz que Deus tem para si?

2 – Você reconhece o tempo em que Jesus o (a) visitou?

3 – Quem são os seus inimigos?

4 – Será que Jesus também chora por não ter o seu amor?

Helena Colares Serpa – Comunidade Católica Missionária UM NOVO CAMINHO

 



Assuntos Relacionados