No interior falta uma economia dinâmica

Para o correto crescimento econômico do Ceará, há dois grandes desafios estruturais a serem enfrentados nos próximos anos. Na opinião do economista Adriano Sarquis Bezerra de Menezes, diretor de Estudos Econômicos do Ipece, o primeiro desafio "está relacionado ao problema da concentração espacial da renda no Estado: apenas 12 municípios - sendo sete na Região Metropolitana de Fortaleza - respondem por 67,1% da geração da riqueza, enquanto os outros 172 geram, juntos, apenas 32,9%". Sarquis resume o problema numa frase: "Não temos dinâmica econômica no interior do Estado, e os parcos movimentos econômicos que se registram estão atrelados a fatores exógenos".

O segundo desafio é fazer melhorar essa produtividade econômica. "Temos uma economia de raquítica produtividade. A produtividade do nosso trabalhador é baixa e a contribuição do capital físico (infraestrutura) para essa produtividade também é baixa. Isto nos remete a uma discussão importante, que já vem sendo tratada no âmbito do governo do Estado: a qualidade do investimento público. É necessário torná-lo mais eficiente". Adriano Sarquis vai direto ao ponto: "O tema da produtividade talvez seja o novo consenso que precisa de ser estabelecido a nível estadual, com o envolvimento de todos os atores econômicos (público e privado) que atuam no Estado. Portanto, para alcançarmos o desenvolvimento, precisaremos de enfrentar esses dois desafios".

Meteorologia

Alô, agricultores! Já está disponível para download a versão 4.6.0 do aplicativo Funceme Tempo - para Andoid e iOS. Ele vem com a nova função de avisos meteorológicos para o Estado do Ceará. É ótimo para acompanhar as informações do tempo no Ceará e nos demais estados do Nordeste.

Subindo

Já pode ser visto em construção o primeiro dos 50 andares do One - condomínio residencial (um apartamento por andar) que a Construtora Colmeia ergue bem em frente à foz do riacho Maceió, no fim da Avenida Beira Mar. A estrutura do prédio foi analisada pelo processo de um túnel do vento feito com o acompanhamento de um laboratório de Londres. As fundações foram dimensionadas pelo escritório Luciano Decourt, de SP. O One consumirá 16 mil m³ de concreto. Ele terá 165 metros acima do nível da rua, limite do Cone Aéreo, que não mudará enquanto o aeroporto estiver onde está.

No Mar

Ricardo cavalcante, presidente da Fiec, está bem impressionado com o que está vendo e ouvindo na conferência da Economia do Mar, que se realiza em Lisboa onde se encontra. Ele não tem dúvida de que, com 600 km de litoral, o Ceará e seu futuro passam pelo oceano, "a começar pela geração de energia eólica off shore".

Solar

Levantamento inédito da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) mostra que os benefícios proporcionados pela energia solar na geração distribuída ajudam todos os consumidores brasileiros e a economia do País. Para cada R$ 1 investido, devolvem-se mais de R$ 3 em ganhos aos brasileiros. Alô, Aneel!!!