Bateria solar: há uma pedreira no caminho

Primeira consequência da notícia, ontem, divulgada com exclusividade por esta coluna, sobre o "Off Grid Smarts" - um sistema inteligente que usa baterias para acumular - pelo ano todo - energia solar ou eólica, gerada e consumida por pessoas físicas e jurídicas: o consultor empresarial Alcântara Macedo reuniu-se, ontem, em São Paulo, com um grande investidor brasileiro interessado nessa revolucionária inovação tecnológica. Mas haverá uma ainda maior consequência: a libertação literal do autogerador - físico ou jurídico - das taxas e impostos cobrados pela distribuidora e pelo Governo. Como assim? Simplesmente, o imóvel doméstico, comercial ou industrial - na cidade e no campo - estará desligado da fiação da distribuidora, pois o conjunto de baterias do sistema "off grid" garantirá a energia necessária "em todos os dias e noites dos 365 dias do ano", como assegura o engenheiro Fernando Ximenes, autor da novidade. Há, porém, uma pedreira no meio do caminho: para produzir em escala seu sistema, Ximenes terá de transformá-lo em projeto, buscar sócios e um banco financiador. Conhecendo o Brasil e sua burocracia oficial e, ainda, os lobbies dos que tentarão inviabilizar a invenção, estima-se que se passarão, no mínimo, dois anos para que tenha início.

Mistério

Qual será a Construtora do Ano 2019 - C Rolim Engenharia, Correta Engenharia, Cr Duarte Engenharia ou Muza Construtora? Resposta amanhã, às 21 horas, na festa de confraternização do Sinduscon, no La Maison.

Dr. Jório

Começaram, no edifício BS Design, os serviços de instalação - em uma área de 600 m² - da Clínica Odontológica Dr. Jório da Escóssia. "Será a mais moderna do Brasil", diz Beto Studart, abrindo um sorriso de orelha a orelha.

Aplauso potiguar

Maior produtor de camarão do País, o cearense Cristiano Maia receberá, no dia 6 de dezembro, a Medalha do Mérito Potiguar do Desenvolvimento Econômico, dada pelo Governo do RN, onde está sua fazenda Potiporã. Um time de empresários do Ceará irá a Natal para a solenidade, que se realizará na Federação das Indústrias de lá.

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou a ampliação da portabilidade de crédito com a inclusão do cheque especial a partir de abril de 2020. O objetivo da medida, segundo informa o CMN, é permitir a transferência de dívidas de uma linha de crédito cara para outras modalidades mais baratas.

Um inferno! é o que dizem, irritados, motoristas de ônibus, caminhão e carro de passeio que transitam pela Av. Santos Dumont. Tudo por causa das obras de construção das estações da Linha Leste do Metrofor no Colégio Militar e da Rua Silva Paulet, onde, aliás, não há sinal de que haverá serviço. A alta estação turística vem aí.