Trend Micro promove o OEA Cyberwomen Challenge – Edição online 2021

O evento será nos dias 10 e 11 de fevereiro, em parceria com a OEA, Governo do Reino Unido e apoio da ONG Womcy Latam. As inscrições vão até o dia 8

Foto: Gorodenkoff/Shutterstock

A Trend Micro, empresa mundial de soluções de cibersegurança, promove nos dias 10 e 11 de fevereiro o OEA Cyberwomen Challenge – Edição online 2021, iniciativa para o desenvolvimento de habilidades de cibersegurança entre as mulheres no setor de Tecnologias da Informação e Comunicação em toda a América Latina. O evento tem parceria com Organização dos Estados Americanos (OEA) e o Governo do Reino Unido e conta com apoio da Womcy Latam, Women in Cybersecurity, ONG que tem como missão empoderar mulheres e promover a entrada do público feminino no mercado de cibersegurança. As inscrições vão até o próximo dia 8 e restam poucas vagas. Clique aqui para se inscrever para o desafio e aqui para se inscrever no painel.

“Temos um déficit gigante de mão de obra especializada em TI no Brasil. Nosso objetivo é disseminar conhecimento em tecnologia da informação por meio de programas como o Cyberwomen Challenge (CWC), nossa ação de Diversidade e Inclusão para “Close the Gap” e estimulando a participação de mulheres em cibersegurança”, afirma Marisa Travaglin, head of Marketing da Trend Micro Brasil.

Na abertura, no dia 10, como aquecimento para o desafio, está previsto um Painel de Tecnologia com a participação das maiores executivas do mercado de TI e Cibersegurança da América Latina, e a oportunidade de interação com nomes como: Letícia Gammil, da Cisco; Claudia Anania, do Instituto Butantan; Tamires Almeida, do programa WOMCY Mentoring; Rayanne Nunes, da Trend Micro e Barbara Marchiori de Assis, da OEA. O objetivo é promover um bate-papo sobre as práticas de gestão. No mesmo dia, haverá análise de cases de investigação de crimes cibernéticos com Adriana Shimabukuro, especialista do Ministério Público Federal.  Veja, abaixo, a programação completa.

Já no dia 11, um workshop virtual oferecerá às participantes a oportunidade de encarar um desafio. Elas terão que defender um ambiente simulado com situações realistas de cibersegurança e lidar com a migração de aplicações, apps de orquestração e uso de Security as Code. Todas as situações serão orientadas por especialistas da Trend Micro. Para o desafio, será entregue, previamente, no domicílio das mulheres inscritas, um kit de participação. Por isso, é importante que a inscrição seja feita o quanto antes, para dar tempo da entrega do material.

A vencedora receberá um curso relacionado a área do desafio, que vai ser confirmado pela organização até a data de início do evento, além de licenças de antivírus da Trend Micro por um ano e mentoria de carreira realizada pela equipe Womcy Mentoring.

O evento é aberto a mulheres que ainda estão estudando ou que já entraram no mercado de trabalho na área de segurança, infraestrutura, desenvolvimento, operações e arquitetas de segurança que tenham conhecimento prévio em Windows e Linux, redes, segurança, containers, pipelines e imagens e em processo de DevOps, assim como conhecimento das ferramentas: Github, Jenkins, ECR (da Amazon), Kubernetes, Docker e APIs.

Confira a agenda do painel e da palestra do dia 10 de fevereiro:

  • Case de investigação de crimes cibernéticos com Adriana Shimabukuro, técnica do Núcleo Técnico de Combate aos Crimes Cibernéticos do Ministério Público Federal, onde tem como atribuição dar apoio técnico aos Procuradores da República nos casos de investigação e inteligência cibernética.
  • Painel sobre mulheres em tecnologia com:
  1. Leticia Gammill, líder do time de Canais de Cybersecurity das Américas na Cisco e fundadora e presidente da WOMCY, Latam Women in Cybersecurity;
  2. Claudia Anania, Head de TI do Instituto Butantan, indústria farmacêutica com maior produção de imunobiológicos do Brasil;
  3. Tamires Almeida, focada em pré vendas de projetos de segurança da informação, principalmente como especialista nos fabricantes Cisco, Netskope e Fortinet e líder do programa WOMCY Mentoring para Mentorias Reversas;
  4. Rayanne Nunes, Coordenadora de Tecnologia na Trend Micro, especialista em redes, infraestrutura e segurança nos segmentos público e privado;
  5. Barbara Marchiori de Assis, Consultora da OEA e outras empresas e organizações internacionais em projetos relacionados a cibersegurança, proteção de dados pessoais, big data, cidades inteligentes, dados abertos, entre outros.

Serviço:

OEA Cyberwomen Challenge – Edição online 2021
Data: 10 e 11 de fevereiro, em ambiente online