Por trás do Debate com Guto Ferreira

Todas as quartas-feiras, o quadro Por trás do Debate vai trazer os principais pontos da entrevista realizada no programa Debate Jogada

guto
Legenda: Guto Ferreira foi convidado do Debate Jogada
Foto: Divulgação

Como já informado anteriormente, começou na última segunda-feira (13) uma nova programação de conteúdo aqui na Coluna. Todos os dias, de segunda à segunda, pontualmente às 9 horas da manhã, haverá um post com um tipo de conteúdo diferente. Serão alguns "quadros" novos.

O terceiro deles é o Por trás do Debate, que vai trazer, todas as quartas-feiras, um breve resumo com impressões, opiniões, bastidores e repercussões da entrevista realizada no programa Debate Jogada.

O convidado da semana foi Guto Ferreira, treinador do Ceará. A entrevista completa você pode assistir abaixo, após os principais pontos.

GUTO FERREIRA - TREINADOR DO CEARÁ

1) Guto Ferreira é um cara tranquilo, boa praça. Foi solícito para a entrevista e respondeu quase todas as perguntas em praticamente uma hora de conversa;

2) Isso mesmo: quase todas. Só não entrou em detalhes no assunto Clássico-Rei, o que é normal. Todo mistério pode servir como arma neste nomento;

3) Entretanto, mesmo sem revelar, garantiu que está com a escalação definida na cabeça;

4) No começo, a questão física será primordial para definir escalações. Não poderia ser diferente;

5) Gostou muito do elenco do Ceará. Já trabalhou com muitos jogadores e isso pode facilitar a assimilação de todos ao modelo de jogo;

6) Deverá buscar um modelo de jogo que se encaixe ao perfil do elenco, para tentar tirar o melhor de acordo com os jogadores que tem à disposição, e não fará o contrário, de querer que os atletas se encaixem em uma filosofia engessada;

7) Guto é um treinador estudioso. Fala com facilidade sobre diversos conceitos do jogo, demonstra conhecimento de como aplicá-los e busca informações para tomar as decisões de forma coerente;

8) Tem algumas ideias parecidas com Enderson Moreira, mas a proposta de jogo é um pouco diferente. Nos trabalhos anteriores, Guto foi mais reativo, primeiro preocupando-se em defender para depois atacar. É um perfil que pode dar certo numa Série A de Campeonato Brasileiro. A diretoria aposta nisso;

9) Acredita que o Ceará deverá crescer mais de produção e se aproximar do que considera ideal no decorrer da Série A do Campeonato Brasileiro. Antes disso, deverá ser difícil. O tempo é curto;

10) Elogiou bastante o meio-campista Ricardinho, destacando a possibilidade de desempenhar mais de uma função, seja como volante ou como meia. Além disso, exaltou a liderança que o camisa 8 exerce no elenco;

11) Marthã, Léo Chú e Rick: jovens jogadores que estão treinando muito bem, com potencial que deverão receber mais oportunidades em breve;

12) Cléber e Jacaré: também estão treinando bem e agradaram. Entretanto, não podem atuar no Campeonato Cearense;

13) Juninho Quixadá: ficou muito tempo parado, voltou mais atrasado em relação aos outros. Vem fazendo alguns treinos interessantes. Jogador bastante leve, mas tem que ganhar algumas situações físicas para ter o desempenho esperado;

14) Natural de Piracicaba, gosta muito da banda "Falamansa". Mas é eclético. Ouve muito sertanejo, samba, pagode (principalmente o raíz), MPB e também forró. Gosta de Luiz Gonzaga, Aviões do Forró e até umas músicas de Wesley Safadão;

15) Gostou da estrutura que encontrou no Ceará e acredita que o clube está no caminho correto para um projeto a médio/longo prazo.

VEJA ENTREVISTA COMPLETA DE GUTO FERREIRA NO DEBATE JOGADA



Assuntos Relacionados