Arthur Cabral: prazo expira e Ceará não recebe do Palmeiras primeira parcela da venda

O prazo para o primeiro pagamento expirou no fim de julho

arthur
Legenda: Arthur Cabral é uma das principais revelações do Ceará
Foto: JL Rosa

A venda de Arthur Cabral, do Palmeiras ao Basel-SUI, teve modelo de negócio que estabeleceu o pagamento em quatro parcelas semestrais. Quando recebesse cada pagamento do clube suíço, o Verdão deveria repassar 50% ao Ceará, o que está previsto em contrato. Entretanto, o prazo para o primeiro pagamento já foi encerrado e o Ceará ainda não recebeu a primeira parcela da venda.

>Veja mais notícias sobre Ceará e Fortaleza

O prazo era o dia 30 de julho, com pagamento do Basel ao Palmeiras de 1,1 milhão de euros (cerca de R$ 6,6 milhões), correspondente a 25% do total da transferência, que foi sacramentada por 4,4 milhões de euros (aproximadamente R$ 26,7 milhões).

Com isso, o Palmeiras deveria ter repassado ao Ceará cerca de R$ 3,3 milhões.

A responsabilidade do Palmeiras em repassar os valores ao Vovô se dá pelo fato que a negociação do Basel foi com o time paulista. Na relação, não há contato entre Ceará e Basel.

O Alvinegro não recebeu a quantia que lhe é de direito e aguardava o fim do prazo para que houvesse o pagamento. Porém, agora, o clube um posicionamento do time paulista.

O Ceará espera que isto possa ocorrer nos próximos dias.

> Com nova venda, Arthur Cabral se torna a maior negociação da história do futebol cearense

Powered by RedCircle



Assuntos Relacionados