Análise: Ceará deixou a desejar em derrota para o Bragantino

Em noite de pouca inspiração individual e coletiva, Alvinegro foi derrotado com gol de pênalti no fim em resultado que ampliou sequência de jogos sem vitórias como mandante. Próximo adversário será o Goiás, na quinta-feira

cearábraga
Legenda: Bragantino teve mais imposição que o Ceará e saiu com a vitória
Foto: Felipe Santos/Cearasc.com

Uma vitória como a que o Ceará obteve contra o Flamengo, no último domingo (10), naturalmente aumenta as expectativas sobre o desempenho da equipe. Entretanto, para manter os bons resultados, é preciso manter também o nível de concentração em alta. Neste domingo (17), o Vovô teve dificuldades para repetir a boa atuação que teve no Maracanã e com isso amargou derrota por 2 a 1 para o Bragantino, no Castelão.

O resultado foi obtido no apagar das luzes, quando Claudinho chutou bola que tocou no braço de William Oliveira. Ao consultar o VAR, o árbitro Marcelo de Lima Henrique marcou a penalidade, que o próprio Claudinho converteu, decretando o resultado final, para reclamação dos alvinegros.

“Infelizmente, uma derrota complicada em casa. Arbitragem completamente abaixo. Não é o primeiro jogo que deixam a desejar. Não estamos aqui de brincadeira. Estão dando umas faltas contrárias. Creio que não foi pênalti”, disse o meia Lima na saída do campo, após a partida.

Opinião sobre arbitragem

O pênalti mais questionável foi o primeiro. Em dividida na área, o árbitro entendeu que Bruno Pacheco utilizou o braço de maneira faltosa para deslocar Artur Victor. Após mais de três minutos de reclamações dos alvinegros, bola na marca da cal e Claudinho, aos 10 minutos, cobrou bem e mandou para as redes.

Não entendi o lance como pênalti por avaliar que o contato, normal de jogo em muitas jogadas, não foi suficiente para derrubar o atacante do Bragantino daquela forma. Artur claramente valorizou o lance e ganhou a penalidade por isso.

O pênalti mais claro foi a favor do Alvinegro, em reação imediata. Aos 14 minutos, Luiz Otávio foi derrubado na área por Ricardo Ryller. Ao consultar o VAR, o árbitro assinalou penalidade máxima para o Alvinegro, que Lima cobrou com muita categoria e empatou.

Ouça o CearáCast

O jogo

Mas não somente este lance foi determinante para a derrota. Fato é que, arbitragem à parte, o Alvinegro não conseguiu encaixar seu estilo de jogo contra um adversário que tem características semelhantes. Peças individuais ficaram abaixo e oletivamente a equipe não repetiu as recentes boa atuação contra o Fla.

Com o grande destaque Vina bem marcado, Léo Chú e Fernando Sobral bem marcados, Cléber acabou isolado e a bola pouco chegou. No decorrer dos 90 minutos, o time visitante foi superior, com mais posse de bola (64% x 36%), finalizações (15 x 12) e chutes no gol (7 x 3).

castelao
Legenda: Ceará busca 2ª vitória seguida
Foto: Felipe Santos/Ceará

No duelo das equipes que mais contra-atacam no Brasileirão, o Bragantino teve mais eficácia para impor jogo de velocidade, com força física e transições rápidas. Após um primeiro tempo bastante eletrizante, com um ritmo intenso dos dois lados, que buscavam aproveitar os erros dos adversários, o placar se manteve zerado até o intervalo.

Na etapa final, o Braga acabou envolvendo o Ceará, sobretudo com jogadas em velocidade pelos lados do campo.
O goleiro Richard foi o grande personagens do Alvinegro da partida, com ao menos três grandes defesas, evitando que o placar fosse mais dilatado.

Entre os demais jogadores, o zagueiro Tiago Pagnussat e o volante Fabinho conseguiram se sobressair por boa atuação no sistema defensivo.

Desempenho como mandante

O resultado amplia a sequência de jogos sem vitórias do Ceará como mandante. Agora, são cinco jogos seguidos sem vencer como mandante, com dois empates e três derrotas seguidas. 

Ao todo, o aproveitamento do Vovô atuando em casa é de somente 44,4%, com cinco vitórias, cinco empates e cinco derrotas em 14 jogos realizados, culminando na 14ª campanha entre todos os 20 times do Brasileirão.

A missão, então, é de recuperar os pontos desperdiçados em casa longe dos domínios alvinegros. O próximo desafio será já nesta quinta-feira (21), às 19 horas, contra o Goiás, em partida que o Ceará deverá lembrar que resultados como o conquistado contra o Flamengo só serão conquistados com a mesma entrega, concentração e eficácia da equipe dentro de campo.