Crescendo na hora certa: Fortaleza detém 5º melhor ataque e 8ª melhor campanha do returno da Série A

Um dos trunfos da equipe é o bom rendimento ofensivo

ceni
Técnico Rogério Ceni é um dos principais responsáveis pela campanha do Fortaleza Foto: Kid Júnior

A vitória por 3 a 0 sobre o CSA, no último domingo, fez o Fortaleza chegar aos 42 pontos e encaminhar sua permanência na Série A do Campeonato Brasileiro. O resultado não é obra do acaso e premia o time que tem crescido no momento certo. Mostrando maturidade e com muitos méritos, o Tricolor está entre as melhores campanhas do returno do Brasileirão.

Ao todo, o Leão do Pici detém o 8º melhor desempenho do segundo turno da Série A. Em 14 jogos, foram seis vitórias, dois empates e seis derrotas, com 47,6% de aproveitamento.

Um dos trunfos da equipe é o bom rendimento ofensivo. Foram 20 gols marcados (com média de 1,4), que colocam o time com o 5º melhor ataque na segunda metade da competição, atrás somente de Flamengo (31), Grêmio (28), Palmeiras (22) e Athletico-PR (21), todos times que estão brigando pelas primeiras colocações.

Os números evidenciam que o Fortaleza, apesar de ter passado por momentos de oscilação dentro da Série A, mostra competitividade e efetividade para crescer na hora certa nos diversos aspectos.

Além de estar muito bem coletivamente, também possui destaques individuais que têm feito a diferença, como o atacante Wellington Paulista, artilheiro do time na Série A, com 13 gols; Juan Quintero, consolidado como pilar defensivo; Juninho, se destacando na volância com assistências e gols, além de Romarinho, principal jogador da equipe na competição e ponto de desequilíbrio em momentos decisivos.