Ceará quita salários de abril com comissão técnica e funcionários; atletas serão pagos em breve

Os pagamentos já realizados incluem todos os funcionários dos diversos setores do clube. Atualmente, o Ceará possui 267 colaboradores

robinson
Robinson de Castro, presidente do Ceará Foto: Camila Lima

Mesmo com a queda de receitas por conta da crise causada pelo coronavírus, o Ceará tem mantido os compromissos em dia. Prova disso é que o clube já quitou a folha salarial referente ao mês de abril de todos os seus funcionários, incluindo comissão técnica. O Alvinegro realizou os pagamentos nesta semana e a única exceção é o caso dos atletas.

Os jogadores, que são os rsponsáveis pela maior parte da folha salarial mensal do clube, terão a parte de CLT paga até o dia 15 de maio, de acordo com planejamento do clube e como o presidente Robinson de Castro declarou recentemente, em entrevista ao "Conexão SVM em Casa".

"A gente imagina que vai conseguir pagar a CLT dos atletas durante o mês. Vamos colocar aí o final da primeira quinzena. É a nossa projeção financeira, com as receitas que nós temos, que caíram bastante, diga-se de passagem", disse Robinson.

Os pagamentos já realizados incluem funcionários de todos os setores, incluindo também futebol feminino, categorias de base e comissões técnicas, incluindo do futebol profissional. Atualmente, o Ceará possui 267 colaboradores.

O custo operacional do Alvinegro, por mês, incluindo também jogadores, gira em torno de R$ 5 milhões.