Premiação milionária e marca histórica: o que o Fortaleza busca contra São Paulo na Copa do Brasil

As equipes se enfrentam nesta quarta-feira (15), às 21h30, na Arena Castelão, pelas quartas de final

Atletas do Fortaleza conversam em cobrança de falta
Legenda: O Fortaleza tenta uma classificação histórica na Copa do Brasil contra o São Paulo
Foto: Thiago Gadelha / SVM

O Fortaleza Esporte Clube disputa uma partida histórica nesta quarta-feira (15) pela Copa do Brasil. Na Arena Castelão, às 21h30, enfrenta o São Paulo pela volta das quartas de final. E diversos elementos tornam esse o confronto do ano para o time comandado por Juan Pablo Vojvoda.

É fato: a campanha é a melhor da história do time cearense. No mata-mata, igualou o feito de 2001. Tudo deve ser ressaltado a longo prazo, mas há oportunidade de conseguir mais no choque tricolor. Com 2x2 na ida, avança com uma vitória. Se tiver novo empate, decisão será nas penalidades.

Campanha do Fortaleza na Copa do Brasil de 2021:

  • 1ª fase: Caxias-RS 0x1 Fortaleza (jogo único)
  • 2ª fase: Fortaleza 1x0 Ypiranga-RS (jogo único) 
  • 3ª fase: Fortaleza 1x1 Ceará (ida) | Ceará 0x3 Fortaleza (volta)
  • Oitavas: Fortaleza 2x1 CRB (ida) | CRB 0x2 Fortaleza (volta)
  • Quartas: São Paulo 2x2 Fortaleza (ida) | Fortaleza x São Paulo (volta)

1. Receita milionária

O Fortaleza é o único presente no mata-mata que avançou todas as fases até as quartas de final. Os demais (São Paulo, Atlético-MG, Flamengo, Grêmio, Fluminense, Athletico-PR e Santos) iniciaram no torneio com etapas realizadas. Por isso, com acúmulo de premiações, o Leão soma R$ 9,91 milhões.

Premiação do Fortaleza na Copa do Brasil:

  • 1ª fase (participação): R$ 990 mil 
  • 2ª fase: R$ 1,07 milhão
  • 3ª fase: R$ 1,7 milhão
  • Oitavas de final: R$ 2,7 milhões
  • Quartas de final: R$ 3,45 milhões 
  • Total: R$ 9,91 milhões 

Caso elimine o São Paulo e avance às semifinais, embolsará mais R$ 7,3 mi. A receita é recorde, supera as expectativas iniciais e pode servir para auxiliar os projetos de expansão da gestão, como a reforma no Centro de Excelência ou compra de ativos, como os do volante Éderson.

2. Marca histórica

A melhor classificação do Fortaleza na Copa do Brasil foi às quartas de final. Em 2019 e 2020, a equipe teve a oportunidade de começar a competição nas oitavas e foi eliminada no confronto inicial. Assim, o elenco atual tricolor igualou um feito de 20 anos, com a vaga atual no mata-mata.

Elenco do Fortaleza comemora gol
Legenda: Na Copa do Brasil de 2021, o Fortaleza eliminou o arquirrival Ceará na 3ª fase
Foto: Thiago Gadelha / SVM

Uma possível presença nas semifinais seria um capítulo a mais na história centenária leonina. Para o argentino Vojvoda, mais um exemplo de resultado desportivo - além do título estadual em 2021, o 1º da carreira do treinador. E isso pode servir para análise futura sobre sequência no projeto.

3. Retorno da confiança

O Fortaleza é uma das sensações do Brasileirão em 2021. Após 20 rodadas, se mantém no G-4 da tabela. Na competição, conquistou resultados expressivos como a goleada por 5 a 1 no Inter. E tudo colaborou para a melhor campanha de um clube nordestino no 1º turno da Série A.

Vojvoda conversa com elenco do Fortaleza
Legenda: O treinador argentino Juan Pablo Vojvoda tem boa gestão de grupo no Fortaleza
Foto: Thiago Gadelha / SVM

O momento atual, no entanto, é de oscilação. A equipe se colocou muito além da expectativa e, hoje, não vence há seis partidas na temporada. A manutenção do desempenho é muito difícil, mas um resultado positivo - e a vaga - podem somar para retomada da confiança junto ao elenco.