Expulsões, Max Walef e VAR: veja os pontos do empate de 3 a 3 entre Fortaleza x São Paulo

A partida que abriu as disputas das oitavas de final da Copa do Brasil foi marcada por polêmicas

Foto: Kid Júnior / SVM

Fortaleza e São Paulo protagonizaram uma partida memorável na Arena Castelão nesta quarta-feira (14), pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Em campo, placar de 3 a 3 e duas expulsões para o lado cearense em arbitragem polêmica de Rodolpho Toski Marques (FIFA). Em si, o espetáculo foi tumultuado com a falta de controle da juiz.

Listo então seis pontos importantes do duelo. Em tempo: o confronto de volta ocorre no dia 25 de outubro, no Morumbi, e em caso de novo empate a vaga nas quartas será definida nos pênaltis.

Powered by RedCircle

Partida com 6 gols

Um grande confronto era esperado na Arena Castelão pelas filosofias ofensivas das duas equipes. Em todos os momentos, o Fortaleza saiu na frente do placar e viu o São Paulo buscar o resultado, com último gol aos 49 do 2º tempo. Os gols cearenses foram de David, Gabriel Dias e Tinga, enquanto Brenner, duas vezes, e Luciano marcaram para os paulistas.

Foto: Kid Júnior / SVM

Cinco expulsos

O árbitro Rodolpho Toski Marques (FIFA) perdeu completamente o controle do jogo e prejudicou muito a atuação das duas equipes. Com expulsão de dois atletas (Felipe Alves e Carlinhos) e três membros da comissão técnica (Charles Hembert, Fernando Diniz e Wagner Bertelli), a grande questão foi o amarelo para o arqueiro tricolor que foi alterado para vermelho, em lance com interferência do árbitro de vídeo (VAR). A situação atrasou a partida em 10 minutos no 2º tempo, com mudança de um lance interpretativo do juiz.

Foto: Kid Júnior / SVM

Saída de Carlinhos

O lateral Carlinhos estava caminhando para fora do campo em substituição quando dialogou com o árbitro Rodolpho Toski Marques (FIFA) e recebeu vermelho. O cartão inusitado fez Rogério Ceni tirar Yuri César para colocar Bruno Melo na vaga, sacando o atacante que havia entrado no decorrer da partida.

Foto: Kid Júnior / SVM

Atuação de Max Walef

O goleiro foi escolhido para entrar na vaga de Felipe Alves, superando concorrência com Marcelo Boeck no banco de reservas. Em campo por 29 minutos, fez três defesas, sendo duas difíceis. Apesar da situação adversa (9 x 11), conseguiu se destacar na oportunidade, passando segurança para o plantel de Rogério Ceni.

Foto: Kid Júnior / SVM

Pênalti no fim?

O último minuto do jogo foi marcado por um suposto pênalti em prol do São Paulo. Após levantamento na área, os atletas paulistas reclamaram que a bola acertou a mão de Juninho na grande área. O jogo já teria acabado, mas Rodolpho Toski Marques (FIFA) paralisou a partida com a bola rolando, foi ao monitor do VAR e decidiu encerrar o jogo sem qualquer penalidade.

Foto: Kid Júnior / SVM

Homenagem para a avó  

Ao término da partida, o lateral Gabriel Dias, autor do 3º gol do Fortaleza, declarou o momento para a avó Cleusa, que faleceu na terça-feira (13). Confira o momento em vídeo publicado nas redes sociais do clube cearense.