Ceará mostra força da base em elenco com quase 50% de idade Sub-23 e aposta em revelações

Atletas formados na Cidade Vozão foram decisivos no Clássico-Rei deste domingo (2)

Os atletas do Ceará comemoram gol
Legenda: A diretoria do Ceará busca montar um elenco principal mais jovem a longo prazo
Foto: Felipe Santos / Ceará

O Ceará venceu o Clássico-Rei deste domingo (1º) e ampliou a invencibilidade para 10 jogos na Série A. Com uma postura letal na Arena Castelão, conseguiu o placar de 3 a 1 contra o Fortaleza, em resultado que serviu também como demonstração de força da base alvinegra.

O sistema de captação e formação do clube é apontado como o melhor do Nordeste e ganhou papel decisivo na temporada. Em investimento estrutural crescente, o clube apostou nas revelações e soma quase metade do elenco principal com idade Sub-23: 17 dos 37 atletas disponíveis (45%).

Atletas no profissional do Ceará revelados no clube:

  • GOL | André Luiz (21)
  • ZAG | Alan Uchôa (22)
  • ZAG | Lacerda (21)
  • LAT | Buiú (25)
  • VOL | Kelvyn (22)
  • VOL | Geovane (22)
  • ATA | Rick (21)
  • ATA | João Victor (17)
  • ATA | Cristiano (22)

 

Na Arena Castelão, por exemplo, o meia Kelvyn e o atacante Rick marcaram gols decisivos. Em campo, o zagueiro Lacerda e o lateral direito Buiú também foram acionados contra o arquirrival. E todos são crias do Vozão.

Do grupo comandado pelo técnico Guto Ferreira, nove são oriundos da Cidade Vozão, em Itaitinga. E os reforços recentes, como o atacante Erick (23), também atendem a nova filosofia de Porangabuçu.

Atletas no profissional do Ceará com idade Sub-23:

  • GOL | André Luiz (21)
  • GOL | Vinícius Machado (21)
  • ZAG | Alan Uchôa (22)
  • ZAG | Jordan (22)
  • ZAG | Lacerda (21)
  • LAT | Alessandro (22)
  • LAT | Kelvyn (22)
  • VOL | Pedro Naressi (23)
  • VOL | Geovane (22)
  • ATA | Erick (23)
  • ATA | Jacaré (21)
  • ATA | Rick (21)
  • ATA | João Victor (17)
  • ATA | Airton (22)
  • ATA | Hélio Borges (21)
  • ATA | Wendson (23)
  • ATA | Cristiano (22)

 

No planejamento, a diretoria pretende reduzir a média de idade do plantel a longo prazo. Com integração do departamento de futebol, os scouts são monitorados constantemente pelo profissional, que consegue suprir carências em posições através dos jogadores disponíveis no próprio clube.

Evolução e reforços

O foco atual da gestão alvinegra na base é conceder oportunidade aos atletas presentes no clube e captar jogadores cada vez mais jovens para permitir o desenvolvimento na Cidade Vozão. Assim, a gestão buscou reduzir a quantidade de reforços para as categorias que antecedem o profissional.

“O Ceará mudou a filosofia e vem priorizando o uso da prata da casa, antecipando os processos de evolução e contratando o menos possível para a base. Se eu tenho a carência de um camisa 9 no Sub-20, o plano é dar oportunidade para o atleta do Sub-17. A leitura é de que ele vai ter dificuldade por atuar com mais velhos no início, mas vai receber experiência e pode ascender mais rápido”.
Israel Portela
Diretor de Futebol Amador do Ceará

Na perspectiva de maturação, tem elencos mais jovens em torneios de base e revela atletas ao profissional com mais experiência, como no caso do zagueiro Lacerda (21). Utilizando o Sub-20 como exemplo, a gestão trouxe apenas cinco nomes para a equipe em reforços pontuais.

Reforços do Ceará para o Sub-20 em 2021:

  • ZAG - Marcos (Floresta)
  • ZAG - Vitor Hugo (Ferroviária/SP)
  • MEI - Jhoninha (Ferroviária)
  • MEI - Arilson (Floresta)
  • ATA - Kiuan (Ferroviário)