Ceará pode herdar vaga na Série A do Brasileiro Feminino de 2020; entenda

Atual campeão cearense da modalidade, o plantel alvinegro foi formado em 2018 e está de férias

Ceará
o clube trabalha para formação de categoria de base visando o Campeonato Cearense Sub-18 Foto: Camila Lima / SVM

A delegação feminina do Ceará Sporting Club pode herdar uma vaga na Série A do Campeonato Brasileiro de 2020. Com o encerramento temporário das atividades do Audax Osasco/SP, que não manifestou interesse na inscrição, a CBF busca um novo representante na competição.

O cenário ainda será definido, mas a diretoria alvinegra monitora a situação e adianta os preparativos para a possível competição. A chance reside porque a equipe ficou na 6º colocação da Série A2 - Cruzeiro, Grêmio, Palmeiras e São Paulo garantiram o acesso. Assim, o Vovô ficou atrás do quarteto e do Taubaté/SP, eliminado nas quartas.

A priori, é o time paulista que avança de divisão devido classificação geral. Como o torneio começa no dia 9 de maio, a esperança em Porangabuçu é que não haja tempo hábil para o Taubaté/SP montar um elenco competitivo, o que deixaria o Ceará na 1ª divisão.

Atual bicampeão cearense da modalidade, o plantel alvinegro foi formado em 2018 e está de férias. Internamente, o clube trabalha para formação de categoria de base visando o Campeonato Cearense Sub-18, com previsão de início em março.

O recado é de profissionalismo e apoio ao papel feminino no esporte. Em tempo de machismo exacerbado, ver mulheres com espaço para desenvolver os sonhos no esporte é um passo a mais na resistência de quem precisa vencer bem mais que o dentro de campo. Que a iniciativa perdure, com ou sem vaga em torneio nacional.

Times confirmados na Série A: Corinthians, Cruzeiro, Ferroviária, Flamengo, Grêmio, Internacional, Iranduba, Kindermann, Minas Icesp, Palmeiras, Ponte Preta, Santos,
São José/SP, São Paulo e Vitória.