Pandemia e o padrão de moradia

A pandemia mudou o jeito de viver de todo o mundo. Com o isolamento social, muitos hábitos e rotinas foram adaptados. De uma hora para outra, o pequeno quarto que não era bem aproveitado foi transformado em escritório, muitas vezes dividindo espaço com as crianças para as aulas online.

A necessidade de passar mais tempo dentro de casa mostrou que pequenos espaços já não eram mais suficientes. Ao longo do tempo, alguns defeitos – antes ‘invisíveis’, passaram a chamar atenção para reformas e adaptações. O lazer também ficou limitado, com as áreas comum de condôminos interditadas e outras opções não permitidas. 

Com esse cenário, a busca por moradias maiores, especialmente casas, teve um grande aumento. O desejo de ter a casa própria, com espaços adequados, ambientes para trabalho e descanso divididos, mas em um mesmo lugar, tornou-se um desejo mais latente. As inéditas baixas taxas de juros foram a alavanca que impulsionou diversas pessoas a buscarem por moradias melhores. 

Com isso foram criadas modalidades de financiamento, dentre elas a de maior destaque é a construção financiada, na qual é possível fazer desde a aquisição de terreno até a construção do imóvel, tudo no mesmo financiamento. 

Dentre as inúmeras vantagens da construção financiada, destacam-se a economia de até 40% em relação à compra de um imóvel pronto, com o benefício de se ter uma casa feita sob medida de acordo com o sonho do cliente. Muitas vezes as parcelas do financiamento de terrenos mais construção são iguais ou até mais baratas que um aluguel. 

Esse é, sem dúvidas, o melhor momento para investir na construção da casa própria e aproveitar as facilidades. Muitas famílias estão aproveitando e tirando o sonho do papel. Aquele projeto que parecia impossível vai ganhando forma com a ajuda e orientação de profissionais.

Pedro Cartaxo
Engenheiro


Assuntos Relacionados