Os jovens empresários e o ESG

Escrito por David Macêdo ,
David Macêdo é coordenador Geral da Associação de Jovens Empresários de Fortaleza (AJE)
Legenda: David Macêdo é coordenador Geral da Associação de Jovens Empresários de Fortaleza (AJE)

Crescemos escutando que esta geração seria o futuro da nação. No entanto, é impossível pensar no futuro, sem pensar no termo sustentabilidade, que é o uso consciente dos recursos naturais para manter o planeta habitável para as próximas gerações. Encontrar o equilíbrio entre desenvolvimento econômico e preservação ambiental é fundamental para tornar esse propósito concreto. Hoje, o termo sustentabilidade está sendo substituído por ESG (Environmental, Social and Governance), em português, Governança, Social e Ambiental, conceito que vem pautando as práticas empresariais muito além de uma sigla.

Adotar as práticas do ESG na gestão dos negócios é essencial para os jovens empresários. Esse conjunto de ações ajuda a garantir a viabilidade e o sucesso das empresas a longo prazo e as posiciona de forma mais favorável no mercado. É crucial compreender que aderir à gestão ESG não é formalidade, mas compromisso com a responsabilidade social. Infelizmente, muitas empresas ainda encaram isso como imposição regulatória ou ação de marketing. Não basta ter esses conceitos atrelados a frases de efeito ou a um suposto planejamento estratégico.

Em muitos casos, fatores como sustentabilidade e responsabilidade social superam preço e qualidade como os mais importantes em uma decisão de compra de produtos e serviços. De acordo com o Pacto Global, somente no Brasil, as práticas de ESG captaram R$ 2,5 bilhões nos últimos três anos.

O setor produtivo não pode ignorar essa conjuntura. Ou as empresas se adaptam ou deixarão de existir, pois ninguém vai querer se relacionar com elas. Mas não pode ser um processo forçado. A verdadeira adesão à gestão ESG demanda mudança cultural e estrutural: requer educação, investimento em tecnologias sustentáveis, engajamento dos colaboradores e liderança comprometida. 

Se quisermos que a mudança seja significativa, ela começa na compreensão dos pilares do ESG, através da renovação da nossa mentalidade e das nossas atitudes. São os pequenos gestos que, somados, fazem a diferença e impulsionam a construção de um futuro empresarial mais consciente e sustentável.

David Macêdo é coordenador Geral da Associação de Jovens Empresários de Fortaleza (AJE)

Renata Fernandes é diretora da Associação Fortaleza Azul (FAZ) e mãe de autista
Renata Fernandes
02 de Março de 2024
Flaviana Lopes dos Santos é analista de ativos e configuração da Golden Cloud
Flaviana Lopes dos Santos
02 de Março de 2024
Jornalista e senador constituinte
Mauro Benevides
29 de Fevereiro de 2024
José Luiz Medrado é gestor comercial da MRV no Ceará
José Luiz Medrado
29 de Fevereiro de 2024
Robinson de Castro é presidente do Grupo Controller
Robinson de Castro
28 de Fevereiro de 2024
Alessandra Augusto é psicóloga
Alessandra Augusto
27 de Fevereiro de 2024
Jornalista. Analista Judiciário (TRT7) e Mestrando em Direito (Uni7)
Valdélio Muniz
26 de Fevereiro de 2024
Marcos Venício é gerente de marketing do Centro Fashion
Marcos Venício
25 de Fevereiro de 2024
Val Freitas é sócia da Repense Financeira
Val Freitas
24 de Fevereiro de 2024