Fortalecimento da advocacia

Diversas categorias profissionais foram prejudicadas com a pandemia do coronavírus, assim como a advocacia. Além de terem os escritórios fechados devido às medidas de isolamento social, centenas de profissionais encerraram suas atividades ao testarem positivo para a Covid-19. Diante do atual contexto, instituições que resguardam os direitos da advocacia se fazem necessárias.

A Caixa de Assistência dos Advogados do Ceará (CAACE), que completou 77 anos no último dia 18 de maio, tem a missão de desenvolver ações para o fortalecimento dos advogados cearenses. São 16 subsecções no Ceará, unidas em prol do bem-estar da advocacia.

Entre os serviços disponibilizados, estão: o suporte técnico remoto, kit maternidade legal, certificação digital, plano de previdência complementar, fonoaudiologia, fisioterapia, nutricionista, plano de saúde e consultórios odontológicos, farmácia do advogado e engraxataria CAACE.

Diante da pandemia, as ações foram intensificadas para amenizar os impactos sofridos pela advocacia. Os profissionais que apresentaram vulnerabilidade econômica foram beneficiados com o auxílio alimentação de R$ 300,00 e os que testaram positivo tiveram o auxílio emergencial no valor de R$ 1 mil. A instituição realizou ainda a primeira fase da campanha de vacinação contra a gripe H1N1 em todo o Estado, no formato drive thru, além da entrega gratuita de máscaras e álcool 705 e a criação de um canal de atendimento médico com uma equipe multidisciplinar da saúde.

As medidas comprovam que a atual diretoria da CAACE não tem medido esforços para oferecer o maior número de benefícios à categoria, cumprindo o lema da instituição: proteger e servir à advocacia cearense.

Sávio Aguiar

Presidente da Caixa de Assistência dos Advogados do Ceará (CAACE)


Categorias Relacionadas