Elevens, foot-ball e Crato

O futebol cratense e o primeiro time oficial marcaram centenário em 19 de janeiro de 2019, com registro cartorial e a denominação Crato-Foot-Ball-Club. Assim, Florival Matos, em artigo na revista Itaytera Nº 11, de 1967, e o memorialista Joaquim Pinheiro atestam.

O início do esporte, na Terra do Padre Cícero, data de 1917 quando Ezequiel, filho do comerciante Manoel Siqueira Campos, recebeu a colaboração do também mercante Dimitri Dummar.

Obtiveram decisivo apoio do sargento Mário Melo, comandante do Tiro de Guerra Nº 118 e conhecedor das regras e técnicas futebolísticas. O militar, ademais experiente jogador, fez-se importante no desenvolver do desporto.

Popularmente, os escretes eram tratados como os "Elevens" - os onze - e o cratense serviu de inspiração e modelo para a criação de equipes outras no Cariri.

"O Araripe", jornal dirigido por José Alves de Figueirêdo, circulou em 12 de junho de 2019, divulgando: "Foot-Ball - este útil e interessante sport inglez está afinal implantado no Cariri, cabendo ao Crato a glória da ideia. Na Praça da Sé, reúnem-se diariamente os simpáticos 'players' para treinar adquirindo deste modo robustez psíquica, elasticidade muscular e agilidade indispensáveis ao bom 'foot-baller'".

O mesmo noticioso, na edição seguinte, informou que o jogo inaugural entre Elite Cratense e Coronel Nelson findou empatado.

Fotografia histórica do Crato-Foot-Ball-Club, feita na Praça da Sé, em 19 de novembro de 1919, mostra os atletas Francisco Teixeira (Pirrinto), Antônio Lima, Heli Norões, João Dummar, Waldemar Garcia, José Carvalho, Gerson Zábulon, Jorge Dummar, Zezé Esmeraldo e Duclerc Colares. Figuram, ainda, Mário Melo (instrutor do tiro de guerra e treinador-técnico), José Dummar (juiz) e Joaquim Alves de Matos (juiz de linha).

Próxima semana, intermunicipal e emoções: Crato versus Barbalha.


Assuntos Relacionados