Dia do Parlamento e um sonho urgente

É com grande satisfação que homenageio a história do parlamento

Érika Amorim
Legenda: Érika Amorim, deputada estadual pelo PSD
Foto: Arquivo pessoal

Comemora-se em todo o Brasil, neste 3 de maio, o Dia do Parlamento, data que marca o nascimento do Poder Legislativo no país e, também, a instalação da Primeira Assembleia Constituinte por aqui, estabelecida pela Lei 6.230, de 1975. De lá pra cá, se passaram 46 anos e uma lista imensa de parlamentares que legislam e legislaram por uma sociedade mais justa.

Representação física do Poder Legislativo, o parlamento abraça aqueles que foram eleitos pelo povo como seus representantes para fiscalizar, apresentar projetos, debater pautas importantes, fomentar discussões e, principalmente, estar junto do povo, colhendo demandas e as encaminhando ao governo. Ser voz. 

Hoje, é com grande satisfação que homenageio a história do parlamento. E mais: me orgulho por ter sido eleita com uma votação expressiva para representar o cearense, atuando fortemente pelas nossas crianças, adolescentes, idosos, pessoas com deficiência, família e liberdade religiosa.

Me orgulho por ocupar como titular uma cadeira na Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará. Me orgulho por lutar para ampliar a atuação da liderança feminina na política, incentivando que elas ocupem os espaços que são seus por direito.

Essa luta é justificada pelos dados recentes divulgados pela União Interparlamentar (UI): 75% dos assentos em Parlamentos pelo globo permanecem sob poder dos homens - e apenas pouco mais de um quarto dos legisladores em todo o mundo são mulheres. Isso mesmo: em todo o mundo. O aumento de mulheres nesses assentos está, sim, crescendo. Porém, segue um ritmo lento, o que nos incentiva a buscar com mais determinação e garra a tão sonhada paridade de gênero, um sonho urgente.   

Comemoramos o Dia do Parlamento celebrando décadas de história, conquistas e representatividade, e seguimos na expectativa de que possamos celebrar, muito em breve, um parlamento ocupado cada vez por mais mulheres. 

Érika Amorim
Deputada estadual do Ceará