Telebras assina acordo para uso de cabo que interligará Brasil e Portugal

Equipamento deverá entrar em uso apenas em 2020

A Telebras anunciou nesta quarta-feira, 12, um acordo para trocar sua participação acionária nas empresas EllaLink e Cabos Brasil Europa pelo direito de uso no cabo submarino a ser lançado pela Ellalink Ireland que vai interligar diretamente o Brasil a Portugal.

O fechamento financeiro deve ocorrer nos próximos meses, segundo a estatal, e o início da operação do cabo está previsto para 2020.

O cabo submarino EllaLink conectará o Brasil diretamente à Europa. Ele tem, ao todo, cerca de 9.400 quilômetros de extensão, com custo aproximado de US$ 206 milhões. A obra é financiada pela Telebras e a espanhola Isla Link. O cabo parte de Santos (SP) a Fortaleza (CE), de onde segue até Sines, no Sul de Portugal. Há, ainda, a previsão de mais extensões para as ilhas de Cabo Verde, Canárias e da Madeira.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de negócios?