Setor produtivo aprova antecipar feriados

Com a compensação dos feriados na próxima semana, conforme proposta dos governos estadual e municipal, empresas não precisarão fechar no futuro

Legenda: Segundo Camilo, a proposta será enviada à Câmara Municipal de Fortaleza na segunda-feira (25). 
Foto: Kid Júnior

A proposta de antecipação de dois feriados no âmbito municipal para a próxima semana é avaliada pelo setor produtivo como uma iniciativa que irá retirar possíveis eventos que iriam diminuir o ritmo de retomada das atividades quando o processo de flexibilização do isolamento social iniciasse. 

Com a antecipação dos feriados para a próxima semana, as empresas terão menos dias de portas fechadas no futuro. 

Em transmissão ao vivo pelas redes sociais na noite deste sábado (23), o governador Camilo Santana anunciou intenção de antecipar já para a próxima semana os feriados de Corpus Christi e de Nossa Senhora da Assunção, permitindo que mais pessoas fiquem em casa no período e reduza o número de contaminações pelo novo coronavírus. Segundo Camilo, a proposta será enviada à Câmara Municipal de Fortaleza na segunda-feira (25). 

O presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado do Ceará (FCDL), Freitas Cordeiro, aponta como benéfica a iniciativa para os segmentos que estão com as atividades suspensas.

“Depois que retornarmos ainda ter uma série de feriados seria desgastante para quem ficou esse tempo todo parado”, aponta. 

Para os setores considerados essenciais, Freitas ressalta que nada muda, uma vez que já não param durante os feriados. 

É o caso do agronegócio. Flávio Saboya, presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (Faec), lembra que é necessário garantir o abastecimento e o cuidado com os animais.

“O leite tem que ser tirado das vacas todos os dias. A alimentação dos animais tem que ser dada na semana, sábado, domingo e feriado. É diferente de uma indústria que para as atividades e todos ficam em casa”, ressalta. 

Responsável por fazer chegar os produtos ao consumidor final, os supermercados também não têm sua rotina alterada nos feriados. O vice-presidente da Associação Cearense de Supermercados (Acesu), Nidovando Pinheiro, afirma que os dois feriados em questão já estão no acordo coletivo firmado, garantindo o funcionamento normal do segmento nas datas.

“Para a gente, não mudaria nada. Mas é uma boa proposta, para os demais setores não terem que parar novamente”, avalia. 

O vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), André Montenegro, reforça a vantagem da proposta de antecipação dos feriados para os setores que estão proibidos de funcionar.

“É bom porque as empresas não vão parar. A gente entra num ritmo de trabalho. Mas, para os setores que ainda estão trabalhando, não sei se é tão bom, prejudica um pouco. Para algumas empresas, não vai fazer diferença, porque fizeram acordo coletivo e já compensaram esses feriados. Vai depender de cada empresa”, argumenta.