Responsabilidade fiscal preserva novas gerações de sistema quebrado, diz Guedes

Guedes fez referência ao novo pacto federativo que o governo irá propor ao Congresso para desvincular e desindexar todo o Orçamento da União

Legenda: Guedes afirma que é preciso um redesenho fiscal e o Ipea tem que estar integrado com o Congresso no redesenho do pacto federativo
Foto: Foto: Agência Brasil

O ministro da Economia, Paulo Guedes, reforçou nesta quarta-feira (13), a necessidade da responsabilidade fiscal para preservar as futuras gerações de um sistema previdenciário de repartição "quebrado".

"Tem que haver a valorização dos partidos e a eliminação do 'toma lá, dá cá', e isso tem que se traduzir no Orçamento para avançarmos nas reformas", disse o ministro de acordo com a Pasta, que divulgou no Twitter a participação de Guedes na posse do novo presidente do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea), Carlos Von Doellinger. 

O evento foi fechado à imprensa, mas o Ministério da Economia publicou na rede social algumas frases do ministro ditas durante a cerimônia. Ainda no evento, Guedes voltou a fazer referência ao novo pacto federativo que o governo irá propor ao Congresso, para desvincular e desindexar todo o Orçamento da União, incluindo a forma de repasse de recursos a Estados e municípios. 

"Temos aí o desafio fiscal e quem tem que fazer isso é a classe política a partir do pacto federativo. Precisamos de um redesenho fiscal e o Ipea tem que estar integrado com o Congresso no redesenho do pacto federativo", afirmou Guedes conforme divulgou o ministério. 

O ministro deixou o local do evento e não falou com a imprensa.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de negócios?

Assuntos Relacionados