Programa incentiva empreendedorismo em escola pública do Ceará

Desafio Tack BR é promovido pela Junior Achievement, maior organização de empreendedorismo para jovens do mundo. Eles foram desafiados a, em oito horas, encontrar soluções inovadoras para democratizar acesso à cultura

Legenda: Projeto foi realizado na Escola Estadual de Educação Profissional Paulo VI, no Jardim América.
Foto: FOTO: THIAGO GADELHA

Alunos da Escola Estadual de Educação Profissional Paulo VI, no Jardim América, tiveram a oportunidade de ampliar e colocar em prática suas habilidades de pensar soluções inovadoras para problemas da sociedade através da criação de um negócio. A proposta, chamada de Desafio Tack BR, é promovida pela Junior Achievement, maior organização de empreendedorismo para jovens do mundo.

Participaram durante todo o dia 50 alunos com 15 e 16 anos. Com a orientação de mentores, eles tiveram de pensar em soluções para democratizar o acesso à cultura fora dos grandes centros. Para construir o protótipo de solução, os participantes utilizaram ferramentas como Canvas, mapa de empatia, Desk Research (pesquisa de dados secundários) e Matriz CSD (Certeza, Soluções e Dúvidas).

Competição

O gestor de projetos da JA Ceará, Rafael Augusto, detalha que o desafio está acontecendo em todos os estados brasileiros durante esta semana. "Os alunos apresentaram 10 projetos ao fim do dia que foram julgados por uma banca composta por representantes das empresas que estão promovendo o Tack BR e a melhor solução irá participar da etapa regional", explica.

O projeto vencedor da etapa local foi o Grafitart, que tem como objetivo divulgar os grafiteiros pouco populares, bem como reduzir o preconceito em torno dessa arte e a tornar mais acessível.

A etapa do Nordeste acontecerá em 11 de novembro, que será seguida pela etapa nacional, no próximo dia 30, ambas pela internet. Augusto ressalta que a equipe brasileira vencedora do desafio representará o País no Brazil Conference 2020, que irá acontecer em Harvard e no Massachusetts Institute of Technology (MIT), nos Estados Unidos, com tudo pago.

Impacto

Moisés Santos, um dos mentores do Tack BR, destaca a importância do projeto para o desenvolvimento dos participantes. "É muito oportuno para a vida deles. Com essa pegada, eles podem pensar que essa ideia ainda não existe e que pode ser colocada em prática. Meu sonho é que isso estivesse sendo feito em todas as escolas públicas. Imagina o impacto que causaríamos. Claro que esses meninos vão chegar em casa hoje e compartilhar tudo isso, já tem um impacto nas pequenas unidades familiares que eles estão inseridos", afirma.

Uma das participantes do desafio, a estudante Rayssa da Silva (16) revela que os conhecimentos adquiridos durante o dia serão valiosos em diversos âmbitos da sua vida. "Eu quero fazer enfermagem, mas não é porque vou seguir a área da saúde que não vou usar o que aprendi hoje. Está sendo um dia maravilhoso", aponta. A estudante desenvolveu um projeto voltado para o mapeamento de diferentes eventos que acontecem em uma cidade que personaliza as sugestões de acordo com as preferências do usuário.


Assuntos Relacionados