Prévia da inflação em Fortaleza registra alta de 0,55% em fevereiro, revela IBGE

Capital apresenta terceiro maior índice de inflação no acumulado dos últimos 12 meses, atrás apenas de outubro do ano passado que registrou a segunda alta de 0,57%

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) , que mede a  prévia da inflação oficial, apresentou alta de 0,55% em Fortaleza no mês de fevereiro ante 0,04% em janeiro. A taxa apresenta terceiro maior índice de inflação no acumulado dos últimos 12 meses, atrás apenas de outubro do ano passado que registrou a segunda alta de 0,57%.  Os dados foram divulgados na manhã desta quinta-feira (21) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

As variações mais expressivas para o aumento na Capital foram observadas nos grupos educação (4,16%) e habitação (1,19%). No entanto, houve deflação nos grupos vestuário (-0,45%) e transportes (-0,22%).

Em nível nacional, o índice preliminar da inflação registrou uma taxa de 0,34% em fevereiro deste ano, a menor para meses de fevereiro desde o Plano Real, implantado em 1994. A taxa é, no entanto, superior à registrada em janeiro (0,3%). Com a prévia de fevereiro, o IPCA-15 acumula taxas de 0,64% no ano e de 3,73% em 12 meses.

Educação

Na prévia de fevereiro, a maior inflação foi registrada no grupo de despesas educação (3,52%), que sofreu com os reajustes de mensalidades escolares, que costumam ser feitos no início do ano. Os cursos regulares subiram 4,6% e os cursos diversos, 3,16%.

Também registraram inflação os grupos alimentação e bebidas (0,64%), saúde e cuidados pessoais (0,56%), artigos de residência (0,47%), despesas pessoais (0,3%), habitação (0,18%) e comunicação (0,05%).

Por outro lado, os grupos de despesas vestuário e transportes registraram deflação (queda de preços) e ajudaram a frear a inflação. Os custos com vestuário caíram 0,92%. Já os transportes ficaram 0,46% mais baratos, devido às quedas de preços da gasolina (2,43%), etanol (1,31%) e óleo diesel (0,15%).

Você tem interesse em receber mais conteúdo de negócios?

Assuntos Relacionados