Prévia da inflação de Fortaleza fica em -0,23%; resultado ainda é o maior do País

Do início de 2020 até agora e nos últimos 12 meses, a Região Metropolitana de Fortaleza também registra os maiores resultados entre as localidades pesquisadas

Legenda: Em Fortaleza, o preço da cebola apresentou alta de 43,8% no período
Foto: Foto: Viviane Pinheiro

A prévia da inflação oficial de Fortaleza medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) apresentou resultado de -0,23% em maio deste ano, divulgou nesta terça-feira (26) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Apesar da baixa na prévia de maio, Fortaleza ainda assim apresentou o maior índice entre todas as regiões metropolitanas pesquisadas no País. Todas registraram queda, sendo a menos expressiva em Fortaleza.

No ano, Fortaleza acumula inflação de 1,58%. Em 12 meses, o índice chega a 3%. Também nessas duas bases de comparação, Fortaleza ocupa o posto de maior inflação entre todas as regiões metropolitanas pesquisadas pelo IBGE.

Os principais destaques ficaram por conta da queda no grupo Transportes (-2,31%) e Artigos de Residência (-1,24%). Também houve baixa no grupo Habitação (-0,54%). Em contrapartida, impediram uma deflação ainda maior as altas observadas em grupos como Alimentação e Bebidas e Comunicação (0,48%).

Entre os itens e subitens, pesou no resultado de Fortaleza a alta observada em alguns itens de alimentação, de acordo com o instituto, como a cebola, produto no qual foi percebida alta de 43,87% no período, e as carnes, com alta de 2,94%.

Em contrapartida, a energia elétrica em Fortaleza apresentou baixa de 2,95% no IPCA-15, o que também ajudou a puxar o índice para baixo.

Brasil

No Brasil, o IPCA-15 também ficou em patamar negativo em maio ao registrar -0,59%. Foi a menor variação mensal desde o início do Plano Real, em 1994, de acordo com o IBGE. Entre as regiões, a maior queda foi observada em Curitiba, com -1,12%.

Para o cálculo da prévia da inflação o IBGE considerou preços entre 15 de abril e 14 de maio em comparação com os vigentes de 17 de março a 14 de abril.


Categorias Relacionadas