Preço do pescado tem variação de mais de 405% em Fortaleza, diz Decon

Levantamento realizado entre os dias 1º e 3 de abril também pesquisou a diferença de preços de produtos como vinhos e ovos de chocolate

Escrito por Redação,

Negócios
Legenda: O preço do bacalhau variou mais de 200%, segundo a pesquisa
Foto: Foto: Arquivo Diário

O Ministério Público Estadual do Ceará (MPCE) em parceria com o Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Decon) divulgou nesta terça-feira (9) uma pesquisa sobre a variação de preços de pescados, vinhos e ovos de chocolate realizada entre os dias 1º e 3 de abril em 15 estabelecimentos comerciais localizados em 11 bairros de Fortaleza.

O destaque da pesquisa foi o filé de salmão, produto com maior variação de preços, com 405,03%, mantendo a posição no topo da lista, se comparado à pesquisa feita em 2018.

O segundo item da lista foi o filé de tilápia, com variação de 288,78%. Segundo o Decon, o filé de tilápia surpreende por esta colocação por ser uma espécie de produção local, não constando na composição de seu preço despesas como importação e transporte interestadual. 

O grupo de pescados também surpreendeu pela baixa oferta de itens, o que pode comprometer o atendimento da procura dos itens no período. Confira abaixo o preço mínimo, máximo e a variação encontrada em cinco produtos:

Filé de Salmão (Kg): R$ 52,69 - R$ 266,10 (405,03%)
Filé de Tilápia (Kg): R$ 18,90 - R$ 73,48 (288,78%)
Bacalhau Porto (Kg): R$ 38,99 - 117,00 (200,08%)
Filé de Merluza (Kg): R$ 26,99 - R$ 66,24 (145,42%)
Anéis de Lula (Kg): R$ 50,98 - R$ 121,46 (138,25%)

Ovos de chocolate e vinhos

O produto que mais variou de preço no grupo dos ovos de Páscoa foi o “Surpresa Dinossauro”, de 150 gramas, da Nestlé, apresentando variação de 89,75%, com preço mínimo de R$ 28,98 e máximo de R$ 54,99.

O segundo item da lista, que variou 68,57%, foi o “Sonho de Valsa”, de 330 gramas, da Lacta. O preço mínimo deste produto foi de R$ 35,98 e o máximo, R$ 60,65.

Entre os ovos de páscoa, a equipe do Decon percebeu que os preços apresentados evidenciam uma variabilidade significativa, além de ter sido constatada a redução de peso de alguns itens em comparação aos itens comercializados anteriormente.

No grupo de vinhos, o produto que apresentou a maior variação foi o “Quinta dos Barcelos 750 ml bordô suave”, variando 173,65%, com preço mínimo de R$ 9,79 e máximo de R$ 29,79. Assim como o primeiro, o segundo item da lista, Trapiche Astica, também apresentou variação de preços superior a 100%, mais especificamente, de 152,81%, com valor mínimo de R$ 32,89 e máximo de R$ 83,15.

A pesquisa realizada pelo Decon evidenciou que os demais itens da lista de vinhos foram reduzindo gradativamente as variações de preços até o último item, que mostrou variação quase irrisória.


Mario Mesquita

Comércio exterior do Nordeste

Mario Mesquita
26 de Maio de 2022