PIB contraiu 11,2% no 2º trimestre de 2020, mostra 1ª prévia de indicador da FGV

Em relação ao segundo trimestre de 2019, a queda na atividade econômica foi de 11,7%.

Legenda: O IBGE informou que a produção industrial avançou 8,9% em junho ante maio.
Foto: Foto: Divulgação

O Produto Interno Bruto (PIB) encolheu 11,2% no segundo trimestre ante o primeiro trimestre de 2020, segundo a primeira prévia do Indicador de Atividade Econômica (IAE) de junho, divulgado nesta terça-feira, 4, pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

O tombo de abril foi o principal responsável pelo desempenho negativo no trimestre, já que, isoladamente em junho, o IAE registrou alta de 0,7% ante maio.

Em relação ao segundo trimestre de 2019, a queda na atividade econômica apontada pelo IAE foi de 11,7%.

"Em junho o recuo da atividade foi de 9,4%, na mesma base de comparação, resultado melhor do que o observado em maio (-12,7%). Com esses resultados a taxa acumulada em 12 meses até junho chega a -2,2% e o acumulado no 1º semestre do ano a -5,8%", diz a nota divulgada há pouco pela FGV.

O IAE procura antecipar a tendência da economia brasileira a partir da divulgação de três versões com base na divulgação das principais pesquisas mensais de atividade divulgadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física (PIM-PF), a Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) e a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS).

Mais cedo nesta terça-feira, 4, ao divulgar a PIM-PF, o IBGE informou que a produção industrial avançou 8,9% em junho ante maio.

 

Você tem interesse em receber mais conteúdo de negócios?