STF julgará taxa de correção do FGTS, e decisão pode favorecer trabalhador

O índice, usado como atualização monetária dos créditos trabalhistas, está em 0 desde 2017 e não acompanha a inflação

Escrito por Lívia Carvalho, livia.carvalho@svm.com.br

Negócios
Legenda: Taxa atual utilizada para correção do FGTS não acompanha a inflação
Foto: Fabiane de Paula