Pandemia: Fluxo de passageiros tem redução de 96% no Aeroporto de Fortaleza em abril

No mês passado, passaram pelo terminal 21,4 mil viajantes, enquanto que em igual período de 2019, foram mais de 536,6 mil pessoas

Legenda: Queda no fluxo de passageiros foi devido ao novo coronavírus
Foto: Foto: Camila Lima

O Aeroporto Internacional de Fortaleza registrou em abril uma queda de 96% no tráfego de passageiros na comparação com igual período de 2019. A redução foi ocasionada pela pandemia do novo coronavírus que fez com que as companhias diminuíssem os voos em diversos aeroportos pelo País. 

De acordo com a Fraport AG, o terminal da Capital movimentou no mês passado 21,4 mil passageiros, enquanto que em abril de 2019 foram mais de 536,6 mil viajantes. 

No acumulado do ano, de janeiro a abril, a queda na movimentação em Fortaleza foi de 31,8%, com mais de 1,6 milhão de passageiros ante 2,4 milhões em igual período de 2019.

Atualmente, Fortaleza tem três decolagens diárias. Dois voos para Guarulhos (São Paulo), sendo um operado pela Gol e outro pela Latam. Além disso, há um voo diário para Recife, pela Azul. 

Até o fim do mês, o Aeroporto Pinto Martins deve receber um aumento no número de decolagens, com a Gol operando três voos semanais para Recife, três semanais para Brasília e cinco semanais para o Rio de Janeiro. 

Carga
O movimento de cargas no Aeroporto de Fortaleza também teve redução. Em abril, houve queda de 59,6% na comparação com igual período do ano passado, com 1,5 mil toneladas. 

No acumulado do ano, a redução foi de 5,5%, com 14,1 mil toneladas transportadas no Aeroporto. 

Rede
Em Porto Alegre, outro terminal administrado pelo Grupo Fraport no Brasil, a queda no número de passageiros foi de 95,4% em abril na comparação com igual período do ano passado. 

A pandemia também foi responsavél pela redução no número de passageiros em todos os aeroportos da rede Fraport pelo mundo. As quedas mais acentuadas foram nos terminais da Antália (Turquia) e Lima (Peru) com 99,9% de redução em abril.