Pague Menos protocola pedido de abertura de capital na B3

Rede se torna a quarta empresa cearense com ações em Bolsa

Legenda: Expectativa do mercado é que a Pague Menos consiga captar R$ 1,5 bilhão
Foto: Foto: Divulgação

O Ceará terá mais uma empresa com ações na Bolsa de Valores. Na última quinta-feira (25), a Pague Menos protocolou um pedido na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). A empresa não divulgou a quantidade de ações que serão emitidas ou preço de cada papel, mas a expectativa do mercado é que sejam captados R$ 1,5 bilhão na operação.

Os valores e quantidade de ações disponibilizadas deverão ser "oportunamente fixados pelo conselho de administração". Segundo o vice-presidente do Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças do Ceará (Ibef Ceará), Raul dos Santos Neto, a Pague Menos deverá aproveitar este período para concluir a operação e sentir o mercado. A perspectiva é que o trabalho seja concluído em agosto.

"A indicativa é que eles vão buscar algo em torno de R$ 1,5 bilhão, mas esse valor exato só será definido um pouco mais à frente", disse Raul.

"O trabalho final para deixar tudo 'ok' deve ocorrer até agosto. Então, até lá, a Pague Menos vai sentir o mercado, se a economia está agindo devagar ou não", completou Santos Neto.

O valor total da operação, contudo, poderá variar de acordo com a decisão dos acionistas atuais, como o fundo General Atlantic e das posições de mercado, que poderá ou não vender a participação da empresa. "Esse valor pode variar um pouco para mais ou para menos, dependendo da posição do fundo General Atlantic e das posições de mercado", disse.

Pandemia

Para o economista Ricardo Coimbra, presidente do Conselho Regional de Economia do Ceará (Corecon-CE), a decisão de abrir as ações é consideravelmente relevante, já que poderá ser impulsionada pelo momento de recuperação da economia durante a pandemia do novo coronavírus.

"É extremamente importante para a Pague Menos neste momento em que a gente está saindo de um processo de pandemia, já que as outras grandes empresas do setor já têm o capital aberto", diz.

Coimbra ressalta ainda o fato de o pedido ter ocorrido no momento em que os preços dos ativos negociados em bolsa vêm se recuperando, após o tombo em março.

Mercado

Com a decisão de abrir o IPO, a Pague Menos se junta a M. Dias Branco e a Hapvida, que possuem ações negociadas na B3 (bolsa brasileira), e a Arco Educação, que é negociada na Nasdaq, nos Estados Unidos.


Assuntos Relacionados