'Organizações não poderão mais ser neutras no pós-pandemia'

Empresas deverão se adaptar a novos cenários, aponta consultor

Legenda: Consultor Luciano Melo participou de live do SVM conduzida pelo repórter Felipe Gurgel

Algumas empresas já embarcavam, antes mesmo da pandemia do novo coronavírus, em uma tendência de exercer um papel social mais significativo. Na avaliação de Luciano Melo, consultor de empresas e diretor do Indeex Talent (polo da Universidade Mackenzie em Fortaleza), essa não será mais apenas uma opção em um cenário pós-pandemia.

Antes restritas a ações estratégicas de marketing para tornar mais positiva a imagem de negócios, o consultor aponta que as empresas "não poderão mais ser neutras" em relação a acontecimentos da sociedade, devendo assumir um caráter mais responsável de inclusão e relacionamento.

De acordo com o consultor, neste cenário de pandemia, o que se espera é que a forma como as empresas irão atuar impacte positivamente seu exterior e seja um fator inicial de reconstrução. Nesse contexto, ele destaca que o lucro deixa de ser prioridade.

"As empresas trabalhavam muito em função da otimização de resultados de recursos via lucro. Tem um princípio que eu acredito muito: 'o lucro é como o ar que nós respiramos. Ele é vital, mas eu não posso viver para respirar'", reflete.

Melo ressalta também que esse posicionamento deve ser aplicado não só no ambiente corporativo interno, mas também no externo, como um agente de transformação direto na sociedade.

Para o consultor, o afastamento - impulsionado pelas medidas de isolamento social para conter o avanço do vírus - já existia no modelo vivido antes da pandemia. Mas ele avalia que a realidade tem mostrado que "para a pandemia não existe uma solução individual".

Conexão SVM

O consultor participou, na tarde de ontem, de episódio do Conexão SVM para discutir novas estratégias de reinvenção das empresas durante e após este período de pandemia. O especial de lives aborda, três vezes por semana, assuntos diversos relacionados à nova realidade com a pandemia.

O vídeo com a transmissão completa está disponível no canal do Diário do Nordeste no Youtube.