Número de pessoas com rendimento no Ceará avança 2,8% em 2018

Segundo dados do IBGE, o número de residentes no Estado com rendimentos fruto de trabalho chegou a 3,492 milhões no ano passado

Legenda: Em 2018, a o número de habitantes no Estado passou para 9,073 milhões
Foto: Foto:José Leomar

Embora tenha apresentado um crescimento populacional de 0,6% na passagem de 2017 para 2018, inferior ao crescimento nacional (0,8%), o Ceará apresentou, no mesmo período, um avanço de 2,8% no número de pessoas com rendimentos de trabalho, superando o avanço nacional (1,5%).

Em 2018, a o número de habitantes no Estado passou para 9,073 milhões e o número de residentes no Estado com rendimentos fruto de trabalho chegou a 3,492 milhões. Se forem consideradas todas as fontes de renda (salários, aposentadorias, aluguel, programas sociais, pensão, mesada e doação), o crescimento foi de 1,6% no ano passado, compreendendo 5,398 milhões de residentes no Ceará.

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgada nesta quarta-feira (16) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e compreendem o rendimento médio real de pessoas de 14 anos ou mais, de todos os trabalhos, a preços médios do último ano.

Brasil

Do total de pessoas residentes no Brasil em 2018, 128,3 milhões (61,7%) possuíam algum tipo de rendimento. A Região Sul (66,9%) apresentou o maior percentual de pessoas que recebiam algum tipo de rendimento em todos os anos da série, enquanto as Regiões Norte e Nordeste, os menores (53,8% e 57,7%, respectivamente). Na comparação com 2012, todas as Grandes Regiões apresentaram crescimento da estimativa, com destaque para a Região Norte, cuja expansão foi de 1,9 ponto percentual.

Em 2018, o contingente de pessoas que possuíam rendimento de trabalho correspondia a 43,4% da população residente (90,1 milhões), ante 43,6% (86,1 milhões) em 2012. Por outro lado, 24,9% dos residentes (51,8 milhões) possuíam algum rendimento proveniente de outras fontes em 2018, enquanto que, em 2012, essa estimativa era de 23,6% (46,6 milhões).

Você tem interesse em receber mais conteúdo de negócios?

Assuntos Relacionados