Nordeste apresenta crescimento de 12,2% nas vendas em shopping centers

O número ficou acima da média nacional. A região perdeu apenas para o Sul, que registrou elevação de 12,9%

Legenda: O tíquete médio em lojas de shoppings centers também teve destaque positivo, fechando em R$ 92,92, valor 35% maior do que o desempenho das lojas de rua, que fecharam o mês em R$ 68,54
Foto: Foto: Fabiane de Paula

As vendas em lojas de shopping centers registraram um crescimento de 8,4% nos primeiros cinco meses de 2019, quando comparadas ao mesmo período do ano passado. O Nordeste está entre as regiões que mais se destacaram. Houve uma elevação de 12,2% nas vendas, ficando atrás somente do Sul, que contabilizou 12,9%. Sudeste anotou 9,2%; Centro-Oeste marcou 8%; e Norte somou 6,7%. Os dados são do Índice Cielo de Varejo em Shopping Centers (ICVS Abrasce).

Quando avaliado o contexto nacional, verificou-se que maio cadastrou o segundo maior crescimento de vendas em shopping centers em 2019, com uma taxa de 9,8%, ficando atrás apenas de fevereiro, que atingiu alta de 11,7% em comparação com 2018. O desempenho foi melhor que o das lojas de rua, que fecharam o mês com aumento de 6,4% nas vendas no mesmo período.

O tíquete médio em lojas de shoppings centers também teve destaque positivo, fechando em R$ 92,92, valor 35% maior do que o desempenho das lojas de rua, que fecharam o mês em R$ 68,54.

“O Dia das Mães é a data mais importante do primeiro semestre para o varejo, o que impulsionou a alta performance do setor, tanto em vendas quanto em ticket médio”, complementa o presidente da ICVS Abrasce, Glauco Humai.

Desempenho positivo

Ele diz que o setor de shopping centers vem apresentando um desempenho muito positivo, em especial a partir do terceiro trimestre do ano passado. Para este ano, afirma, enquanto a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) encontra-se abaixo de 1%, a perspectiva é de crescer 7%. 

"Nos cinco primeiros meses do ano, o incremento acumulado nas vendas ficou 8,4% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado. Esse resultado, aliado aos investimentos realizados no primeiro semestre de 2019 e aos empreendimentos que ainda serão concluídos até o final do ano, coloca o setor em lugar de destaque diante do cenário econômico atual”, explica Glauco Humai.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios