Microempreendedores individuais são foco de evento do Sebrae

Semana do MEI trará oficinas, palestras e orientações técnicas, com o intuito de ajudá-los a melhorar seus negócios

Legenda: Na programação estão inseridas oficinas, palestras e orientações técnicas gratuitas ofertadas pelo Sebrae e que são voltada para auxiliar os MEIs e incentivá-los a melhorarem seus negócios.

Cerca de 77% dos microempreendedores individuais (MEI) brasileiros nunca realizaram nenhum curso na área financeira e outros 40% não fazem o registro de suas receitas. Para ajudar essas pessoas a melhorar seus negócios, o Sistema Sebrae  promove, entre os dias 20 a 24 de maio, a Semana do Microempreendedor Individual. O evento tem como principal objetivo fornecer para esse grupo de pessoas educação financeira e previdenciária e contará com atividades em todo o País.

No Ceará, as atividades estarão concentradas na Capital e nas áreas de atuação de seus 12 Escritórios Regionais. Ao todo, serão realizadas, no estado, aproximadamente 300 atividades em 107 municípios. Nas duas últimas edições, foram atendidos no País mais de 99 mil MEIs, além de 97 mil empreendedores interessados na formalização. 

Na programação estão inseridas oficinas, palestras e orientações técnicas gratuitas ofertadas pelo Sebrae e que são voltada para auxiliar os MEIs e incentivá-los a melhorarem seus negócios.

Entre as atividades programadas está a realização de um Hackathon, no Sebraelab, em Fortaleza, com o objetivo de incentivar novos talentos criativos e empreendedores da cultura digital. O esperado é que a atividade estimule a criação de aplicações e softwares que serão disponibilizados no Portal do Sebrae Ceará e atuarão como soluções digitais para gestão financeira de pequenos negócios. Os participantes concorrem a uma premiação no valor total de R$ 30 mil, sendo R$ 20 mil para o primeiro lugar, R$ 7 mil para o segundo e R$ 3 mil para o terceiro. O edital de inscrição no Hackaton está disponível no endereço eletrônico: www.ce.sebrae.com.br.

Os microempreendedores individuais ligados às atividades que integram a Economia Criativa terão uma programação especial à sua disposição. A ideia é de que esses empreendedores possam receber auxílio para conseguirem equilibrar a gestão criativa dos seus produtos e serviços com a gestão financeira, item fundamental para ter sucesso no negócio. Para esse público, as atividades serão realizadas em Aracati, Fortaleza, Juazeiro do Norte e Sobral.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios

Assuntos Relacionados