Metrô de Sobral vai operar ano que vem

Dezoito meses. Este é o prazo que a Construtora Engexata Engenharia Ltda terá para entregar a população da cidade de Sobral, município da região Norte, o metrô de superfície. A ordem de serviço para início da obra foi assinada na noite de ontem pelo governador do Estado Cid Gomes. A solenidade aconteceu no bairro Cohab 2, no Complexo do Sinhá Sabóia.

O Metrô de Sobral terá um investimento no valor de R$ 38,7 milhões. Convênio assinado entre CBTU/Metrofor garante R$ 21, 6 milhões que deverão ser aplicados em obras de civis, superestruturas de via e sinalização, interferências e desapropriações. Um outro convênio na ordem de R$ 23,5 milhões da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), recursos adicionais para material rodante, serão aplicados na compra das cinco composições de dois carros.

Cada parte do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) terá capacidade de transportar 280 passageiros por viagem, com movimentação bidirecional e velocidade máxima de 80 km/h. O comprimento de cada veículo é de 30 metros e a largura será de 2,8 metros.

Ramais

O sistema a ser implantado terá dois ramais. O primeiro tem extensão de 6,4 quilômetros e já funciona para o transporte de cargas. O trecho será remodelado para o transporte de passageiros. Serão construídas seis estações: Sinhá Saboia-Cohab II, Dom Expedito, Boulevard do Arco, Coração de Jesus, Dom José e Sumaré.

O segundo ramal tem extensão de 5,7 quilômetros, que serão construídos ligando o Polo Industrial da Grendene, localizado à margem da avenida onde existia o antigo ramal ferroviário de Camocim, no bairro da Expectativa; ao bairro Cohab III, passando pelos bairros do Junco e Terrenos Novos.

Serão construídas cinco estações no trecho: Grendene, Junco, José Euclides, Alto da Brasília e Cohab III.

WILSON GOMES
COLABORADOR
Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios