Mais de 143 mil veículos Ford Ka são convocados em recall

Defeito pode causar incêndio. Recall inclui automóveis produzidos entre 11 de junho de 2018 e 15 de maio de 2019

Legenda: O defeito pode ocasionar um curto-circuito e provocar danos físicos as pessoas que estiverem dentro do veículo

A Ford lançou um recall que envolve 143.514 unidades do modelo Ka, hatch e sedã, que foram produzidas entre 11 de junho do ano passado e 15 de maio deste ano.

Segundo a empresa, o defeito foi diagnosticado no chicote de monitoramento da bateria, que pode ocasionar um incêndio no compartimento do motor. De acordo com o fabricante, a falha pode ter ocorrido durante a instalação do chicote.

“Durante o processo de instalação o chicote pode ter sido montado de forma incorreta, ficando preso entre a bateria e o seu respectivo suporte”, relata.

Riscos

Segundo a empresa, o defeito pode ocasionar um curto-circuito e provocar danos físicos as pessoas que estiverem dentro do veículo.

“Há risco de esmagamento e dano do chicote, o que poderá gerar um curto-circuito, com risco de incêndio no compartimento do motor do veículo. Isso pode acarretar “danos físicos aos ocupantes do veículo e terceiros”, pontua.

O início da avaliação e reparação nas concessionárias ocorrerá a partir do próximo dia 22 de julho. O tempo previsto para a execução do serviço é de 20 minutos.

Ano/modelo Chassis Produção dos veículos afetados
Ka/Ka Sedan 2018 J8159050 a K8206504 11/06/18 a 10/07/18
Ka/Ka Sedan 2019 K8164645 a K8366999 11/06/18 a 15/05/19

 

Mais informações

Telefone: 0800 703 3673
Em alguma das concessionárias ou pelo site oficial 
 


Categorias Relacionadas