Indústria: saiba as regras para a operação das fábricas na fase 4

Normas incluem a ocupação de uma pessoa por 7m², devidamente afastadas, em ambientes fechados

Com operação plena desde a entrada de Fortaleza na fase 3 do Plano de Retomada das Atividades Econômicas na segunda-feira (20), as indústrias passam a operar também na fase 4 seguindo os protocolos estabelecidos pelo Governo do Estado, a fim de preservar a saúde de funcionários e usuários dos serviços.   

Para o setor, eles são divididos em três áreas: um para a indústria de bens de consumo (confecções, couro e calçados, madeira e móveis, artigos do lar), outro para a indústria agroalimentar e um terceiro para a extrativa, de bebidas, têxtil, química, eletrometal e outras indústrias.

Criados para conter a disseminação do coronavírus, os protocolos são regras estabelecidas de Governo do Estado. Algumas são comuns a todos os setores - como a utilização de máscaras, o distanciamento social, a utilização de álcool na desinfecção, estabelecidos no protocolo geral - mas com acréscimos estabelecidos de acordo com a atividade. 

Medidas Gerais

  • Evitar reuniões presenciais e dar preferência a videoconferências.
  • Implementar medidas para evitar aglomerações de funcionários, terceirizados usuários, consumidores;
  • Orientar os funcionários que devem evitar excessos ao falar, tocar o rosto, nariz, boca e olhos durante seu trabalho;
  • Vedar o acesso a qualquer pessoa que não esteja com o uso devido de equipamento de proteção individual (EPI);
  • Garantir a disponibilização a todos os colaboradores EPI’s durante o turno de trabalho e no trânsito residência-trabalho-residência;
  • Vedar o compartilhamento de itens de uso pessoal - como fones e aparelhos de telefone - fornecendo esses materiais para cada trabalhador;
  • Adaptar o ambiente de trabalho de forma a respeitar distanciamento mínimo de 2 metros entre funcionários e  entre clientes;
  • Manter os ambientes arejados por ventilação natural - portas e janelas abertas - sempre que possível;
  • Limpar diariamente os filtros dos sistemas de climatização;
  • Manter os banheiros limpos e abastecidos com papel higiênico, sabonete líquido, papel toalha e lixeiras acionadas por pedal.  

Indústria de bens de consumo (confecções, couro e calçados, madeira e móveis, artigos do lar)

  • Controlar o acesso de clientes de clientes e somente permitir o ingresso com o uso de máscaras de proteção;
  • Impedir o fluxo de funcionários entre a loja e o chão de fábrica;
  • Priorizar, quando possível, canais on-line e métodos de pagamento online para atendimento ao clientes;
  • Em lugares fechados, recomendar ocupação de uma pessoa por 7m², devidamente afastadas;
  • Realizar diariamente a medição da temperatura utilizando termômetro digital infravermelho.
  • Suspender os controles de acesso que exijam contato manual como controle biométrico de ponto e catracas com leitura de digitais;
  • Em caso de utilização de luvas, as mesmas também devem entrar nos protocolos de higienização.;
  • Higienizar com pulverização diariamente as instalações de uso nos ambientes de trabalhos;
  • Reforçar a rotina de higienização e limpeza de máquinas, equipamentos e materiais de toques frequentes, como os botões para as suas operações. Em caso da existência de freezers e câmaras-frias, reforçar a higienização de suas portas e objetos que necessitam de toques para operar;
  • Estabelecer turnos diferenciados e alternados nas refeições, a fim de evitar aglomerações ou convivência de mais de uma pessoa por mesa.
  • Na entrada e na saída, disponibilizar meios para higienização das mãos, sendo dispensador de álcool em gel a 70% ou lavatório com dispensador de sabonete líquido e papel toalha.
  • Implementar desinfecção e lavagem de mãos fora do ambiente fabril, tornando o procedimento obrigatório para a entrada no estabelecimento.
  • Indústrias com mais de 300 colaboradores devem fornecer transporte para funcionários, com utilização de veículos particulares, próprios ou alugados;
  • Realizar diariamente a medição da temperatura utilizando termômetro digital infravermelho;
  • Higienizar com pulverização diariamente as instalações de uso nos ambientes de trabalho.
  • Garantir uso obrigatório ou disponibilização de limpa sapato, higienizadora de calçados, tapete ou toalha umidificada de Hipoclorito de sódio a 2%;
  • No caso de transporte e entrega de produtos, disponibilizar aos funcionários álcool 70% para higienização de mãos e superfícies;
  • Exigir que veículos sejam higienizadas, diariamente (assento, volante, piso) e manter higienizado os equipamentos de ar-condicionado dos veículos.

Indústria extrativa, bebidas, têxtil, química, eletrometal e outras

  • Para indústrias acima de 300 (trezentos) colaboradores, fornecer transporte para funcionários, com utilização de veículos particulares, próprios ou alugados, evitando assim aglomerações no transporte coletivo público.
  • Sempre que possível, deverão ser suspensos os controles de acesso que exijam contato manual dos colaboradores, tais como controle biométrico de ponto e catracas com leitura de digitais. Na impossibilidade de tal medida, disponibilizar ao lado preparação alcoólica a 70% para higiene das mãos.
  • Realizar diariamente a medição da temperatura utilizando termômetro digital infravermelho;
  • Higienizar com pulverização, diariamente, as instalações de uso nos ambientes de trabalhos.
  • Reforçar a rotina de higienização e limpeza de máquinas, equipamentos e materiais de toques frequentes, como os botões para as suas operações. Em caso da existência de freezers e câmaras-frias e outros compartimentos, reforçar a higienização de suas portas e objetos que necessitam de toques para operar.
  • Reforçar os cuidados de Segurança do Trabalho quanto a utilização de álcool ou outra substância inflamável próximos a ambientes com incidência de calor, como fogões, fornos e quaisquer outros que que possam causar chamas em geral, se houver
  • Estabelecer turnos diferenciados e alternados nas refeições, a fim de evitar aglomerações ou convivência de mais de uma pessoa por mesa.
  • Orientar diariamente e sistematizar a alocação dos colaboradores, organizando o trânsito e a distribuição das turmas dentro das instalações industriais, estabelecendo a regra de distanciamento entre cada indivíduo.
  • Uso obrigatório ou disponibilização de limpa sapato, higienizadora de calçados, tapete ou toalha umidificada de hipoclorito de sódio a 2% para higienização e desinfecção de sapatos na entrada do estabelecimento.

Indústria agroalimentar

  • Limitar o acesso de visitantes no estabelecimento, permitindo a entrada apenas quando imprescindível, por exemplo, de fornecedores e prestadores de serviços, assegurando-se que estes cumpram todos os requisitos de higiene e conduta, bem como as medidas de prevenção estabelecidas; 
  • Para indústrias acima de 300 (trezentos) colaboradores, fornecer transporte para funcionários, com utilização de veículos particulares, próprios ou alugados, evitando assim aglomerações no transporte coletivo público;
  • Sempre que possível, deverão ser suspensos os controles de acesso que exijam contato manual dos colaboradores, tais como controle biométrico de ponto e catracas com leitura de digitais. Na impossibilidade de tal medida, disponibilizar ao lado preparação alcoólica a 70% para higiene das mãos;
  • No caso de transporte e entrega de produtos, disponibilizar aos funcionários álcool 70% para higienização de mãos e superfícies. Exigir que veículos sejam higienizados diariamente (assento, volante, piso) e manter higienizados os equipamentos de ar condicionado dos veículos.
  • Realizar diariamente a medição da temperatura utilizando termômetro digital infravermelho.
  • Higienizar com pulverização, diariamente, as instalações de uso nos ambientes de trabalhos.
  • Reforçar a rotina de higienização e limpeza de máquinas, equipamentos e materiais de toques frequentes, como os botões para as suas operações. Em caso da existência de freezers e câmaras-frias e outros compartimentos, reforçar a higienização de suas portas e objetos que necessitam de toques para operar.
  • Reforçar os cuidados de Segurança do Trabalho quanto a utilização de álcool ou outra substância inflamável próximos a ambientes com incidência de calor, como fogões, fornos e quaisquer outros que que possam causar chamas em geral, se houver.
  • Estabelecer turnos diferenciados e alternados nas refeições, a fim de evitar aglomerações ou convivência de mais de uma pessoa por mesa.
  • Orientar diariamente e sistematizar a alocação dos colaboradores, organizando o trânsito e a distribuição das turmas dentro das instalações industriais, estabelecendo a regra de distanciamento entre cada indivíduo.
  • Uso obrigatório ou disponibilização de limpa sapato, higienizadora de calçados, tapete ou toalha umidificada de hipoclorito de sódio a 2% para higienização e desinfecção de sapatos na entrada do estabelecimento.
Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios