Grupo de alimentação cresce e prévia da inflação é a maior do país em julho

De acordo com a pesquisa Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), o grupo alimentação registrou um crescimento de 0,90% em julho, ante 0,09% em junho

Legenda: Dentro do grupo alimentação, os itens que mais inflacionaram foram: cebola (30,80%), goiaba (13,44%), batata inglesa (9,93%), alho (9,70%) e uva (8,71%)

A prévia da inflação em Fortaleza é a maior do país no acumulado ao ano, com variação de 3,55% em julho. Em 12 meses, o índice acumula alta de 4,03%. O avanço teve maior contribuição do grupo alimentação, que apresentou variação de 4,19% no ano e 5,37% em 12 meses. Os dados são referentes a pesquisa Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira (23).

Em julho, a prévia da inflação na Capital desacelerou seu ritmo de crescimento na passagem de junho para julho, caindo de 0,28% para 0,21%. No mês, a cidade apresentou a quarta maior variação do país, quem liderou o ranking foi o Rio de Janeiro com variação de 0,26%, seguido de Belém 0,25% e Brasília 0,22%.

Grupos

 De acordo com o IBGE, dos nove grupos pesquisados, cinco apresentaram retração no mês. O principal responsável pela inflação de 0,21% na prévia de junho veio do grupo Alimentação, que registrou uma variação de 0,90% no mês, ante 0,09% em junho. 

No grupo, os itens que mais inflacionaram em julho foram: cebola (30,80%), goiaba (13,44%), batata inglesa (9,93%), alho (9,70%) e uva (8,71%). Na ponta oposta, os itens feijão carioca-rajado (-16,49%), maracujá (-13,40), laranja-pera (-7,84%), feijão fradinho (-5,0%) e cheiro-verde (-4,33%) apresentaram diminuição em seus preços.

O resultado da prévia da inflação também foi impulsionado pelos grupos despesas pessoais (0,41%), saúde e cuidados pessoais (0,35%) e educação (0,02%).  Já os grupos transporte (-0,54%), habitação (-0,31%), comunicação (-0,22%)  e vestuário (-0,04) apresentaram retração no mês.

Brasil

A prévia da inflação no país registrou um leve avanço de 0,09% em julho, o resultado é superior ao índice de junho, quando o índice acumulava alta de 0,06%. No ano, o país acumula inflação de 2,42% e de 3,27% em 12 meses.


Assuntos Relacionados