Fim da cobrança do roaming no Mercosul está em discussão inicial diz sindicato

Os presidentes dos países do Mercosul devem anunciar na próxima quarta-feira (17) acordo para acabar com o roaming internacional para ligações por telefone celular entre os países-membros do bloco

Legenda: O acordo deve ser similar ao fechado entre Brasil e Chile no ano passado

As operadoras de telecomunicações no Brasil ainda aguardam uma decisão da cúpula do Mercosul para se posicionarem a respeito do potencial fim da cobrança de roaming nos países do bloco.

"O tema ainda está em discussão inicial e as empresas aguardam o avanço do debate para análises e providências, caso sejam necessárias", afirmou em nota, o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e Serviço Móvel (Sinditelebrasil). 

"As prestadoras de serviços de telecomunicações estão acompanhando o debate", completou a entidade. As companhias Vivo Claro, TIM e Oi foram procuradas pela reportagem, mas todas preferiram não se manifestar sobre o tema e deixar essa tarefa para o sindicato que representa a categoria.

Os presidentes dos países do Mercosul devem anunciar na próxima quarta-feira (17) acordo para acabar com o roaming internacional para ligações por telefone celular entre os países-membros do bloco.

O anúncio será feito durante a cúpula. Os técnicos discutem ainda as linhas finais do acordo, entre elas o prazo de carência para que isso entre em vigor. Não será de imediato, segundo fontes.

O acordo deve ser similar ao fechado entre Brasil e Chile no ano passado. Para este, a suspensão do roaming só ocorreria dois anos após a entrada em vigência do Tratado de Livre-Comércio entre os países.


Categorias Relacionadas