Egídio Serpa: Bandeira da energia inviabiliza indústria

Na opinião do engenheiro cearense Fernando Ximenes, da Gram Eollic, empresa que atua na área de tecnologia ligada à geração de energia, a recente decisão da Aneel de elevar em até 50% as bandeiras tarifárias amarela e vermelha “poderá inviabilizar o funcionamento de vários setores produtivos da economia brasileira”. Isso causará prejuízo em cadeia e afetará diretamente a indústria, “que corre o risco de ser paralisada caso não tenha condições de repassar o reajuste para os preços de seus produtos”. Ele cita como causa a compra errada no leilão de energia A- 6, de 20/12/17, em dois projetos termelétricos do RJ – “o Governo pagou 116% mais caro do que custaria a energia de fonte eólica de projetos localizados em seis estados do Nordeste”. 

Futuro

Atentem bem para o avanço da tecnologia, criadora da Inteligência Artificial e da robótica que, por sua vez, estão, em alta velocidade, revolucionando o mercado de trabalho. Pergunta: que futuro terá o brasileiro nascido hoje, se a escola e os professores que o esperam ainda não dominam essas ferramentas tecnológicas? No lugar do operário de carne e osso, as empresas usam drones para a entrega de encomendas Água Sobradinho, a maior barragem do Nordeste, acumula hoje 48,6% de sua capacidade total, que é de 32 bilhões de m³. 

Nordeste

Tem seis setores estratégicos o Plano de Desenvolvimento do Nordeste que amanhã, 24, será apreciado na reunião da Sudene, em Recife, com a presença do presidente Jair Bolsonaro. São eles: Inovação; Desenvolvimento de Capacidades Humanas; Dinamização e Diversificação Produtiva; Segurança Hídrica e Conservação Ambiental; Desenvolvimento Social; e Desenvolvimento Institucional

Pergunta

Afinal, a manifestação de domingo, 26, será a favor da reforma da Previdência ou contra o Congresso e o Supremo Tribunal Federal? Tem 22 deputados e 3 senadores a bancada do Ceará no Congresso. Mas só 5 deputados e 1 senador compareceram, ontem, ao café da manhã que juntou as bancadas do Nordeste com o presidente Jair Bolsonaro. Se depender dos cearenses, a reforma da Previdência, essencial para o País crescer, será mesmo rejeitada

Localiza-se em Foz do Iguaçu a usina hidrelétrica de Itaipu, uma das maiores do mundo. Mas a sede brasileira da empresa é em Curitiba, num edifício luxuoso que custa R$ 180 mil de aluguel mensal. O novo diretor geral de Itaipu fixou residência em Foz, para onde irá a centena de servidores curitibanos. O contribuinte agradece
 


Assuntos Relacionados