Egídio Serpa: Alô, governo, não atrapalhe

Quinze empresários cearenses - da indústria e da agropecuária - reuniram-se com o líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Evandro Leitão, que tomou um susto ao ser informado do seguinte: O Ceará precisa tornar-se competitivo diante dos outros estados nordestinos, principalmente frente a Pernambuco e Bahia; Aqui, o preço da energia elétrica é mais caro por causa do ICMS incidente sobre ele, e neste caso baianos e pernambucanos levam vantagem; Falta água para a agricultura irrigada, que produz alimentos, incluindo forragens para o rebanho leiteiro, cuja produção, milagrosamente, mantém-se inalterada; Há no Ceará burocracia em excesso, atravancando e até desestimulando investimentos; O licenciamento ambiental é - para quem investe no agronegócio - um martírio. Um empresário contou ao líder que há um ano pediu a renovação da licença ambiental de sua fazenda de produção, mas até agora o órgão licenciador nega-lhe "pelo menos a informação de que recebeu o pedido, e tudo isto em pleno século da comunicação digital". Um apelo severo e cortês: "Queremos, pelo menos, que o Governo não atrapalhe e nos deixe produzir para que mantenhamos os milhares de empregos que damos no interior do Ceará". Mas Leitão saiu do encontro alegre com os números econômicos e sociais do agronegócio cearense.

Algodão

Um projeto de cultivo de algodão numa área de 1 mil hectares, no Sertão Central do Ceará, foi cancelado. O empreendedor - que é produtor e também beneficiador - desistiu do investimento porque uma recente lei estadual proíbe a pulverização aérea. Em tempo: o Ceará é o único Estado que a proíbe.

Vendendo

Está à venda por R$ 40 milhões o parque da Expoece. Trata-se de um dos mais valiosos ativos do Governo do Estado que, após a venda, construirá um novo parque no cruzamento da BR-222 com o Anel Viário, em terreno (mais barato) que também lhe pertence, localizado na geografia de Caucaia.

Caranguejo

Em Natal, um caranguejo custa R$ 2,50. Na Praia do Futuro, o mesmo crustáceo custa R$ 10. Pode isso, Decon?


Categorias Relacionadas