Economia informa que 421 de 763 peritos compareceram hoje às agências

Segundo o governo, foram realizadas 3.796 perícias presenciais até as 16h. Os atendimentos ocorreram em 135 agências.

Legenda: Mais cedo, a Justiça Federal concedeu uma liminar para suspender o retorno dos médicos peritos ao atendimento presencial nas agências do INSS
Foto: Agência Brasil

A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho e o INSS informaram que 421 peritos médicos compareceram às agências do órgão para atender a população nesta quarta-feira, 23. Eram esperados 763 servidores da categoria, ou seja, 342 não apareceram, apesar da convocação.

Segundo o governo, foram realizadas 3.796 perícias presenciais até as 16h. Os atendimentos ocorreram em 135 agências. Mais cedo, a Justiça Federal concedeu uma liminar para suspender o retorno dos médicos peritos ao atendimento presencial nas agências do INSS.

A medida também susta os efeitos de um ofício de 15 de setembro que fixou as novas regras para as inspeções nas unidades do órgão e ainda proibiu o governo de cortar o ponto e a remuneração dos servidores que não se apresentarem nas agências para trabalhar. O governo vai recorrer da decisão.

Impasse que afeta a população

A liminar foi concedida pelo juiz federal substituto da 8ª Vara Federal Cível do Distrito Federal, Márcio de França Moreira, em uma ação protocolada pela Associação Nacional dos Médicos Peritos (ANMP).

A entidade resiste a retomar os trabalhos presenciais sob a alegação de falta de condições sanitárias contra a covid-19, o que o governo nega. Como mostrou o Estadão/Broadcast, o impasse acaba afetando cerca de 1 milhão de brasileiros à espera de uma perícia.
 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios