E-commerce: Ceará é apontado como terceiro maior mercado do NE

Em levantamento da Compre&Confie, empresa do setor de comércio digital, o Estado registrou, no primeiro semestre de 2019, um faturamento de R$ 661 milhões e ficou atrás apenas da Bahia (R$ 1,3 bi) e Pernambuco (R$ 857 mi)

O consumidor cearense tem se mostrado bem acostumado com o ambiente de compras digitais. Em relação ao mercado do Nordeste, o Estado foi apontado como terceiro maior desempenho em número de pedidos e movimentação financeira no primeiro semestre de 2019 pela Compre&Confie, empresa de inteligência de mercado para e-commerce. Ao todo, o Ceará acumulou, nos primeiros seis meses deste ano, 1,3 milhão de pedidos de compras online, gerando um faturamento total de R$ 661 milhões.

Na Região, apenas Bahia e Pernambuco tiveram um desempenho superior ao do Ceará, segundo o levantamento da empresa. Em relação ao faturamento, a Bahia teve um desempenho quase duas vezes superior (96,67%) ao do Ceará, somando R$ 1,3 bilhão em transações com compras digitais. Já em relação ao número de pedidos, a Bahia mais que dobrou (107,69%) o resultado cearense, acumulando 2,7 milhões aquisições registradas.

Em igual período - de janeiro a julho de 2019 -, a Compre&Confie registrou 1,7 milhão de pedidos em compras no comércio digital em Pernambuco, gerando um faturamento de R$ 857 milhões. Contudo, o Ceará (R$ 518) foi o estado nordestino que apresentou o maior tíquete médio em compras online, superando, também, Bahia (R$ 482) e Pernambuco (R$ 498). Nesse quesito, o Estado também superou a média da Região, que ficou marcada em R$ 505.

Ambiente favorável

Somando todos os estados do Nordeste, a Compre&Confie indicou um faturamento de R$ 4,6 bilhões, gerados por cerca de 9 milhões de pedidos. Os dados referentes à Região, para André Dias, diretor executivo da empresa, indicam que o consumidor está mais habituado ao ambiente de transações digitais, reagindo ao grande número de produtos ofertados pelas lojas na internet. "A familiaridade do consumidor com o ambiente online para fazer compras explica esse aumento significativo. A ampla oferta de itens no ambiente online, muitas vezes em valores mais acessíveis do que os das lojas físicas, ajuda a impulsionar esse mercado", disse Dias.

Perfil do consumidor

A pesquisa ainda aponta que os homens são maioria na participação do número de transações geradas, mas a distância para as mulheres não é tão grande. Ao todo, o público masculino realiza 52,4% das compras online no Nordeste, enquanto as mulheres representam 47,6% do mercado. A diferença, no entanto, é um pouco maior quando a análise é feita em relação ao tíquete médio, com os homens (R$ 544) gastando 17,49% mais do que as mulheres (R$ 463).

Já sobre a faixa etária dos consumidores nordestinos, a pesquisa aponta que os jovens adultos, entre 26 e 35 anos, representam mais de um terço do número de pedidos das compras online, com 36,4% do total. Em segundo lugar do ranking aparecem as pessoas da faixa entre 36 e 50 anos, que acumulam 31,3% do total das transações. Os jovens e adolescentes, considerados pelo levantamento, até 25 anos, foram responsáveis por 22,2% dos pedidos.

Em número reduzido, as pessoas mais velhas (acima dos 51 anos), representaram apenas 10,1% do mercado. Com a soma, a idade média do consumidor nordestino ficou em cerca de 35 anos.

Padrão de compras

Os itens de moda são os mais comprados, em número de pedidos, no mercado digital pelos nordestinos, segundo a pesquisa da Compre&Confie. As peças de vestuário e acessórios representaram quase um terço (28%) dos produtos comprados. Os setores de telefonia (13%); entretenimento (11%); beleza, perfumaria e saúde (9%); e móveis, construção e decoração (7%) completaram a lista.

Pela análise de faturamento gerado pelas compras dos consumidores nordestinos, os itens de telefonia tiveram o melhor desempenho, acumulando 28% do total. Informática e câmeras (12%), eletrodomésticos e ventilação (12%), entretenimento (11%), e moda e acessórios (11%), completam o ranking das cinco principais categorias apontadas pela pesquisa da Compre&Confie.


Categorias Relacionadas